Escolas de samba estão nos últimos preparativos para abertura do FASP

Carnaval fora de época é uma realidade em muitas cidades do país, mas em Corumbá isso acontecerá de uma forma muito especial. As dez escolas de samba da cidade se uniram e irão levar para a avenida toda a alegria que essa festa representa para a cidade durante a abertura da 12ª edição do Festival América do Sul Pantanal (FASP) nesta quinta-feira, 20 de agosto.

 

Além da junção de todas as entidades carnavalescas, outro diferencial deste desfile é que ele todo será feito com peças usadas durante o carnaval deste ano em Corumbá. São fantasias que estão sendo restauradas pelo carnavalesco Ricardo Vilalva e que, em sua maioria, foram guardadas pela Fundação de Cultura de Corumbá no final dos desfiles oficiais em fevereiro. Com isso, a folia fora de época sai a custo zero para as escolas e para aqueles que desfilarão na “Grande Escola Corumbá”.

 

“Desse jeito, o trabalho do carnavalesco é mais difícil porque já temos que partir de algo já utilizado e que pensamos em dar uma sequência interessante dentro de um conjunto. Será uma grande colcha de retalhos que apresentará inevitavelmente o nosso país, sendo representada a fauna, as festas, nossas raízes”, disse Vilalva.

 

Já na bateria, o mestre Diego está fazendo um trabalho diferenciado para o samba que foi composto especialmente para o Festival América do Sul por João Batista da Silva e Souza, o Jotabê, um dos compositores mais renomados do carnaval corumbaense.

 

“É um samba fácil de cantar, empolgante e que o pessoal nos ensaios já está cantando. Como a letra fala também dos ritmos que temos no continente sul-americano, como o tango, a polca, e até funk e arrocha, fizemos um arranjo musical que vai ser diferente para o desfile”, comentou o mestre que está coordenando ritmistas de várias escolas da cidade numa única bateria.

 

Somado a todos itens que integram uma escola de samba, entre elas, comissão de frente, casal de mestre-sala e porta-bandeira, entre outros, se agregará elementos do Carnaval Cultural de Corumbá como a Ala das Pastoras e o Bloco dos Palhaços.

 

Para a vice-prefeita e diretora-presidente da Fundação de Cultura de Corumbá, Márcia Rolon, esse será um momento único porque “essa união das entidades carnavalescas apresentará para toda a América do Sul e para o mundo essa grande manifestação cultural que é o carnaval de Corumbá. É a chance que temos para afirmar mais uma vez que fazemos a melhor festa de uma das regiões do Brasil e que isso acontece porque o povo de Corumbá tem alegria como uma das suas principais marcas, sem contar o valor cultural que é agregado”, comentou.

 

Os interessados em participar desse momento singular devem procurar uma das dez escolas de samba da cidade para receberem mais orientações. Agora, caso não consiga vagas nas alas pré-definidas, vale mesmo é se fantasiar como quiser e seguir no “arrastão” que entrará pela Avenida General Rondon logo após a passagem da “Escola de Samba Corumbá”.

 

A concentração está marcada para acontecer às 17 horas do dia 20 de agosto, quinta-feira, no cruzamento das ruas Cuiabá e Frei Mariano, área central da cidade.

 

Veja a letra do samba-enredo do FASP e ouça o áudio, clicando aqui

 

Soy Latino Brasileiro, Corumbaense Pantaneiro e do Samba, Sim Senhor !!!

Letra e música: João Batista da Silva e Souza (JOTABÊ)

 

Soy louco por ti América do Sul.

Berço poderoso das civilizações.

Celeiro, da Arte e da Cultura!!!

De heróis, artistas e tradições.

Morada da “Mãe natureza”

Salinas, Cordilheiras,

Jazidas, Pantanal.

Bem-vindo

Bienvenido,

Chega mais,

Vamos chegar!!!

Essa é a nossa Corumbá.

Do pôr do sol, do céu azul

Do majestoso Paraguai,

Do Festival da América do Sul.

Vou beijar o estandarte.

Da Liberdade, do amor e da Paixão.

Do Samba que empolga essa cidade,

Trazendo Felicidade para nossos corações.

Vou dançar Taquirari, Polca, Tango

Samba Cúmbia e Rasqueado

Soy Latino Brasileiro,

Corumbaense, Pantaneiro.

Jogo a tristeza de lado!!!

Pantanal, Santuário da vida.

Amazônia pulmão do mundo.

Cordilheiras dos andes, Geleiras,

Matas, Praias, Alagados e cachoeiras.

Mulheres, charmosas Mulatas.

De Tango e de Samba no pé.

Graça gingado doçura.

Muy Hermossas!!! Bis…

Venham ver como é que é?