Corumbá e Puerto Suárez reforçam parceria por mais segurança na fronteira

O prefeito Paulo Duarte iniciou entendimentos com o novo alcaide (prefeito) de Puerto Suárez, Sebastian Hurtado, visando estabelecimento de parcerias importantes para o desenvolvimento da região de fronteira. No sábado, 22, os dois se encontraram na cidade boliviana e conversaram bastante sobre vários assuntos, com foco nas áreas da cultura, turismo, comércio e segurança.

 

O encontro aconteceu durante uma apresentação de dançarinos da Oficina de Dança do Pantanal, mantida pela Prefeitura, por meio da Fundação de Cultura de Corumbá, como parte da programação do Festival América do Sul Pantanal. Antes, porém, um ato promovido pela prefeitura de Puerto Suárez, marcou a ‘retomada’ da cidade que, segundo Sebastian Hurtado, vai caminhar ao lado de Corumbá, pelo desenvolvimento da região de fronteira.

 

O prefeito corumbaense lembrou que já ocorrem ações em conjunto com as cidades bolivianas localizadas na fronteira com o Brasil. A mais recente está sendo a campanha de vacinação contra a raiva animal que começou por Puerto Quijarro e vai chegar a Puerto Suárez e regiões vizinhas. O treinamento dos vacinadores, maioria militares, foi feito pela equipe da Secretaria de Saúde da Prefeitura de Corumbá que viabilizou ainda 10 mil doses de vacina junto ao Ministério da Saúde, para atender as cidades bolivianas.

 

“É preciso trabalhar em parceria. O Sebastian Hurtado assumiu a prefeitura de Puerto Suárez recentemente e este foi o nosso primeiro encontro, bastante proveitoso por sinal. Iniciamos entendimentos e, com certeza, vamos reforçar as parceiras e buscar soluções para os problemas da nossa região, principalmente em relação à segurança”, explicou Duarte.

 

“Segurança é uma questão ligada ao Estado e à União. Mas não podemos ficar aguardando os governos federal e estadual. Temos também que buscar soluções para os problemas que ocorrem na nossa região de fronteira. Tivemos um primeiro contato e vamos voltar a nos reunir, para avançarmos nesta e em outras questões importantes”, informou o prefeito corumbaense já antecipando uma agenda com Sebastian Hurtado.

 

A maior preocupação dos dois prefeitos se refere aos índices de furtos e roubos de veículos na região fronteiriça de Corumbá com as cidades bolivianas de Puerto Quijarro e Puerto Suárez. “Temos que trabalhar para que tenhamos maior segurança. São atos praticados pela minoria e não são apenas bolivianos, brasileiros também estão envolvidos. Mas, não podemos deixar que esta minoria atrapalhe o desenvolvimento da nossa região”, comentou o chefe do Poder Executivo corumbaense, ressaltando que segurança é fundamental para fortalecimento do comércio e turismo, principalmente, dos dois lados da fronteira.