Bicentenário de Dom Bosco é celebrado com missa e festa carnavalesca

A comunidade salesiana de Corumbá celebrou neste domingo, 16 de agosto, o bicentenário de São João Bosco, conhecido no catolicismo como “Pai e Mestre da Juventude”. A celebração começou com uma missa na paróquia que leva o nome do Santo. O bispo diocesano Dom Segismundo Martínez Álvarez foi quem conduziu o rito, marcado por uma série de homenagens.

 

Um dos momentos mais emocionantes foi a entrada da imagem do padre Ernesto Sassida, fundador da Cidade Dom Bosco (CDB) em Corumbá. O quadro foi levado ao altar pelo prefeito Paulo Duarte, a primeira-dama Maria Clara Scardini, e os jovens Ana Júlia e Fábio, alunos do colégio Dom Bosco. Após a benção final, foi abençoada a imagem do Santo feita pela artista plástica Izulina Xavier e colocada na frente da paróquia.

 

“Aqui está concentrada toda a família salesiana de Corumbá. Temos pessoas do Dom Bosco, do Santa Teresa, do São Pedro e do CAIJ participando desta comemoração”, comentou Lindivalda Gonçalves dos Santos, coordenadora da assistência social da CDB, que também destacou a importância do Padre Ernesto para a cidade.

 

“Para muitos de nós, padre Ernesto foi Dom Bosco na nossa região. Cada uma das crianças que estão aqui hoje tem um pouco dele no coração”, afirmou. Depois da missa, os fiéis seguiram em procissão até o Santuário de Nossa Senhora Auxiliadora. A caminhada foi toda feita em ritmo de samba, uma parceria da diocese com a escola de samba A Pesada.

 

O prefeito participou de toda a caminhada e destacou a importância da celebração para toda a cidade. “Os salesianos tem uma história na cidade, na nossa região, tem um legado de trabalho e tem também, seguindo os princípios de Dom Bosco, uma relação muito próxima com as crianças, os adolescentes e os jovens. Por isso hoje essa grande festa de paz, amor e alegria para celebrar uma data que é muito importante para todo mundo, particularmente para nós de Corumbá”, ressaltou.

 

Duarte também parabenizou os coordenadores da festa pela escolha do ritmo que embalou os fiéis. “Demonstra a visão moderna, aberta e a integração com os jovens. O samba faz parte da nossa cultura. Então é possível sim, através dele, festejar e agradecer todo o legado dos salesianos para Corumbá”, completou, pontuando a importância da missão salesiana para sua prória vida

 

“Fez e ainda faz parte da minha história. Tem alguns padres que passaram pela minha vida que foram muito importantes para mim, tanto na infância, adolescência, como também na fase adulta, como o próprio padre Ernesto. Sou muito grato pela educação salesiana que recebi”, concluiu o prefeito de Corumbá.