Prefeitura busca fortalecer vínculo familiar das pessoas em situação de rua

Fortalecimento dos vínculos e propiciar possibilidades de mudança de uma realidade nada agradável são os principais objetivos do programa social que está sendo desenvolvido pela Prefeitura de Corumbá, por meio da Secretaria de Assistência Social e Cidadania, voltado para pessoas em situação de rua.

 

Os trabalhos estão sendo desenvolvidos pela equipe multidisciplinar de abordagem social do Centro POP (Centro de Referência Especializado para População em Situação de Rua), por meio de uma busca ativa diária e de aproximação para encontrar e conscientizar as pessoas em situação de rua, dos agravos em permanecerem nessa condição.

 

“É um trabalho contínuo que busca inclusive localizar as famílias das pessoas em situação de rua, visando o fortalecimento dos vínculos e propiciando possibilidade de mudança dessa realidade na cidade”, explicou a secretária de Assistência Social e Cidadania, Mabel Sahib Aguilar.

 

Conforme ela, após a aproximação e vínculo com a equipe, a Prefeitura providencia, quando necessário, segunda via de documentos, inserção no Cadastro Único e encaminhamento à qualificação profissional, buscando dar cidadania, gerando renda além de encaminhar para os demais serviços da rede socioassistencial.

 

Com a chegada das frentes frias e baixas temperaturas na região, as equipes intensificaram as buscas ativas, visando realizar a sensibilização a fim de conduzir essas pessoas para a Casa de Passagem – Albergue da Fraternidade “José Lins”, onde eles recebem alimentação, roupas e podem permanecer na casa.

 

Além disso, a equipe multidisciplinar realiza estudos e diagnósticos de cada caso para os encaminhamentos necessários. Entretanto para aqueles que ainda insistirem em permanecer nas ruas, é fornecido benefício eventual (cobertor), para se protegerem do frio.

 

Na noite de terça-feira, 21, a equipe deu sequência ao trabalho de abordagem social que, conforme o subsecretário de Assistência Social e Cidadania, Nilo Corrêa, é constante, “aproximando, monitorando e possibilitando o início da construção do processo de saída dessa condição para uma nova perspectiva”. Conforme ele, “o trabalho de conscientização e orientação é contínuo, mas não há nenhuma Lei que obrigue essas pessoas a serem retiradas forçadamente da rua, por isso, mantemos o atendimento de orientação durante todo o ano”.

 

O trabalho da terça começou às 19 horas, no Centro POP, localizado na Rua Cuiabá 1252, centro, com uma equipe composta de motorista, além da coordenadora Ana Maria Lemos, da assistente social Selma, e do educador Ramão Moreira. A ação foi desenvolvida na região central; nas proximidades do Cemitério Santa Cruz; na região do Estádio Arthur Marinho; na Rua 07 de Setembro esquina Duque de Caxias, nas imediações da Caixa D’Água, e encerrou no Bairro Previsul.

 

A Prefeitura lembra que a população pode ajudar esse trabalho ligando para o Centro POP (3907-5472), que funciona das 07h30 às 11h30 e 13h30 às 17h30, além do horário noturno (19 às 22 horas). Pode também entrar em contato com a Casa de Passagem (3907-5241), localizada na Rua Edu Rocha n° 85, que funciona ininterruptamente e ainda encaminhando as pessoas em situação de rua para serem atendidas nos referidos serviços especializados.

 

Alerta também a população corumbaense para nunca dar dinheiro às pessoas em situação de rua. Isso não colabora, somente fortalece a permanência das pessoas nas ruas e na dependência química de álcool ou outras drogas.