Conferência Livre da Juventude envolve jovens evangélicos da cidade

A Prefeitura de Corumbá, por meio da Secretaria Municipal de Assistência Social e Cidadania, realizou mais uma conferência Livre de Juventude. Para essa etapa do encontro, que aconteceu no último sábado, 11, foram reunidas lideranças do segmento juvenil evangélico, totalizando 500 participantes. A reunião foi realizada no templo da Primeira Igreja Batista de Corumbá (PIB).

 

Conduzida pela Gerência de Políticas para a Juventude e pelo Conselho Municipal de Juventude, lideranças evangélicas promoveram discussões em grupos a respeito das políticas públicas para a juventude, compartilhando as ações existentes e elaborando propostas voltadas para a temática geral do Esporte e da Cultura.

 

“É um marco histórico para a juventude evangélica da cidade, pois é a primeira vez que efetivamente o segmento poderá participar diretamente na formulação de políticas públicas para a juventude”, destacou o líder Manoel Rodrigues Neto.

 

O evento contou com a participação do vereador João Lucas e do pastor da PIB, que desenvolve diversos trabalhos com a juventude, Ronaldo Bomfim.

 

Agenda

 

Conforme cronograma estabelecido pela Comissão Organizadora das Conferências Livres, no próximo dia 18 de julho será o momento da Juventude Católica se reunir e apresentar as suas propostas, bem como os jovens envolvidos com a cultura de rua (skate, b-boys, grafite etc.). E até o final do mês serão contemplados ainda a juventude rural, os jovens desbravadores, e os grêmios estudantis das Escolas Municipais.

 

 

 

As Conferências Livres terão sequência durante todo este mês de julho e início de agosto, contemplando mulheres jovens, jovens em medidas socioeducativas, juventude religiosa, estudantes, universitários e demais segmentos e entidades relacionadas ao público jovem do Município, tanto da área urbana, quanto da área rural.

 

“As Várias Formas de Mudar o Brasil” é o tema da Conferência Nacional de Juventude que norteará a etapa municipal, permitindo um amplo debate em torno de 5 eixos temáticos que são: I – Direito à Cidadania, à Participação Social e Política e à Representação Juvenil; Direito à Diversidade e à Igualdade; II – Direito à Educação; Direito à Profissionalização, ao Trabalho e à Renda; III – Direito à Saúde; Direito ao Desporto e ao Lazer; IV – Direito à Cultura; Direito à Comunicação e à Liberdade de Expressão; V – Direito à Sustentabilidade e ao Meio Ambiente, Direito ao Território e à Mobilidade; Direito à Segurança Pública e ao Acesso à Justiça.