Banco de Oportunidades amplia área de atuação e atende trabalhador autônomo

O Banco de Oportunidades Municipal (BOM – Pantanal) ampliou sua área de atuação e está atendendo também os trabalhadores autônomos de Corumbá por meio de cadastramento de currículo e intermediação de contratação. Foi o que anunciou na manhã desta quarta-feira, 29, o prefeito Paulo Duarte, ressaltando que esta ferramenta tem sido de extrema importante para o trabalhador corumbaense que, após participar de cursos profissionalizantes, tem a oportunidade de ser encaixado no mercado de trabalho local.

 

“O Bom – Pantanal já vinha atuando desde 2013 cadastrando e encaminhando trabalhadores qualificados no Centro Dom Bosco, bem como do Pronatec. Agora, ampliamos a área de atuação, estendendo também para os trabalhadores autônomos, como forma de incentivar estas pessoas, com a criação do BOM – Autônomo”, informou.

 

Os serviços estão a cargo da Secretaria de Assistência Social e Cidadania, sob coordenação da Gerência de Trabalho e de Capacitação Profissional. “O BOM – Autônomo possibilita a inserção do trabalhador autônomo no mercado de trabalho e viabiliza a intermediação da mão de obra para atender com segurança a população que demanda os serviços oferecidos”, completou o prefeito.

 

Segundo o subsecretário de Assistência Social e Cidadania, Nilo Corrêa, com a criação dessa ferramenta, a Prefeitura vai atingir um público alvo específico que são os profissionais autônomos de todas as categorias, como os trabalhadores que atuam na informalidade, empreendedores autônomos.

 

Ele explica que para se cadastrar, o profissional precisa ter mais de 18 anos, com uma profissão que possa ser desenvolvida por conta própria, sem vínculo empregatício. “São pedreiros, carpinteiros, marceneiros, técnicos em informática, cuidadores de idosos e crianças, jardineiros, eletricistas, entre outros”, explicou.

 

Para se cadastrar o profissional precisa enviar um currículo utilizando o e mail da Gerência de Trabalho e de Capacitação Profissional  – gtqp@corumba.ms.gov.br, ou entregar diretamente no Centro de Qualificação para o Trabalho Dom Bosco, que é administrado pela Prefeitura Municipal, em parceria com a Missão Salesiana.

 

“Acreditamos que o BOM – Autônomo vai ser mais uma ferramenta para ajudar o trabalhador e a sociedade, uma vez que muitos precisam de um prestador de serviços de determinada função e tem dificuldade em encontrar”, observou Nilo. “Para ser ter uma ideia, muitos procuram a Prefeitura pedindo para que seja feita a limpeza de terrenos, o que é de responsabilidade do proprietário, sob pena de ser multado pelo não cumprimento da legislação. Com o BOM – Autônomo, esta pessoa terá um local para procurar e contratar um trabalhador que possa realizar este serviço”, explicou Nilo.

 

Para contratar um profissional cadastrado, a pessoa deverá entrar em contato pelo telefone 3907-5322, ou ir diretamente ao Centro de Qualificação que fica localizado na Rua 13 de Junho, 2.660, bairro Dom Bosco. O BOM-Autônomo irá selecionar três profissionais para apresentação do valor do serviço, que será orçado e acertado diretamente entre o contratante e o autônomo, inclusive o pagamento. No caso de não aceitar o candidato apresentado, o contratante poderá solicitar outro profissional, reiniciando o processo de intermediação.

 

O gerente de Trabalho e Qualificação Profissional, Dilson Antônio Morais da Fonseca, salienta que mesmo o profissional já cadastrado, mas que fez novos cursos, é importante atualizar o currículo, “pois o mercado de trabalho esta cada vez mais competitivo e a qualificação”, lembra.

 

Dilson ressalta que estes profissionais também participarão de capacitações, rodas de conversas e outras palestras organizadas pela Prefeitura, para que possa conhecer os caminhos necessários para um melhor atendimento ao seu público alvo, além de conhecer os benefícios do MEI (Microempreendedor Individual), para deixar a informalidade.