Após 15 anos sem contato, mulher reencontra família que deixou em Corumbá

A história da corumbaense Andressa Albuquerque, de 30 anos, que perdeu o contato com os familiares após 15 anos longe de casa, teve um final feliz nessa última semana. Com muito amor e acolhimento, equipes da Secretaria de Assistência Social e Cidadania da Prefeitura de Corumbá deram fim ao sofrimento da dona de casa, que de volta à cidade onde nasceu, trazia além de três filhos de um, dois e quatro anos, muita angústia e medo por não ter para onde ir.

 

Sem condições financeiras para pagar por uma hospedagem, Andressa procurou a ajuda do Centro de Referência da Assistência Social (CRAS). “Eu estava cansada e precisava parar em algum lugar com as minhas três crianças. E nem 40 reais para pagar por uma diária eu tinha”, disse a jovem, que morou na cidade do Rio de Janeiro com o marido, mas com o fim do relacionamento, precisou retornar para Corumbá.

 

Andressa foi encaminhada para Casa de Passagem “Albergue da Fraternidade”, onde uma equipe multidisciplinar composta por psicólogos, assistentes sociais e educadores sociais, fizeram o acolhimento dela e dos três filhos. “Nós acolhemos e realizamos todo o atendimento socioassistencial. Foi quando a Andressa nos contou sua história e o desejo de reencontrar a família, embora sem nenhuma referência, lembrando apenas do bairro Popular Nova”, relatou a secretária de Assistência Social e Cidadania, Mabel Sabib Aguilar.

 

Ainda de acordo com Mabel, uma equipe de assistentes sociais foi enviada até o bairro Popular Nova junto com a Andressa, com a esperança de localizar alguém da família. “Infelizmente não encontramos ninguém. Foi quando resolvemos levar a história dela para uma emissora de televisão”, disse. “Momentos após ser noticiado que a Andressa estava na Casa de Passagem, um familiar entrou em contato conosco, com o desejo de reencontrá-la”, comentou.

 

Reinserção familiar

 

O trabalho da equipe da secretaria seguiu dando todo o apoio para reinserção familiar da Andressa e seus três filhos: João de 4 anos, Nicole de 2 e Luiza de apenas 1 ano. “Embora não esteja mais na Casa de Passagem, nós continuamos acompanhando Andressa e os filhos, juntamente com os familiares que ela reencontrou aqui em Corumbá, proporcionando a concessão de benefícios eventuais, cestas básicas, colchão, além de roupas para ela e as crianças”, destacou a secretária, acrescentando que Andressa será preparada para ser inserida no mercado de trabalho.

 

Mobilizando também outras pastas, a Prefeitura de Corumbá, por meio da Secretaria de Educação, viabilizou três vagas na Rede Municipal de Ensino para atender os filhos de Andressa. Nicole de 2 e Luiza de 1 ano serão matriculadas no Centro de Educação Infantil Maria Candelária Pereira Leite, e o pequeno João, de 4 anos, será matriculado na Escola Municipal Luiz Fernando de Barros.

 

Vida Nova

 

Emocionada, Andressa agradeceu por todo apoio que tem recebido “Me faltam palavras para agradecer todo amor e carinho que recebi na Casa de Passagem, e ajuda que ainda continuo recebendo de toda equipe da Assistência Social”, disse. “Meu filho João nem queria sair de lá”, compartilhou. “Tudo que desejo agora é me preparar para o mercado de trabalho e poder criar meus filhos com mais tranquilidade”, finalizou.