Prefeitura executa drenagem e livra comunidade de inundações no Aeroporto

Um problema que já se arrastava por cerca de 20 anos na região do Bairro Aeroporto está sendo resolvido pela Prefeitura de Corumbá, livrando os moradores de constantes inundações que, muitas vezes, deixavam as pessoas ilhadas dentro de suas casas.

 

Desde a semana passada, uma equipe da Secretaria de Infraestrutura e Serviços Públicos está executando obras de drenagem na Rua República da Bolívia, entre a Monte Castelo e a Gonçalves Dias, para captar a água que descia pela via, em direção à parte baixa do bairro, causando problemas não só às famílias, mas também danificando parte da vida pavimentada com lajotas sextavadas.

 

E toda a água que descia a céu aberto na República da Bolívia não era de chuva, mas sim de minadouros existentes em dois terrenos localizados naquela via, que tanto prejuízo já causou aos moradores, conforme testemunhou Edson de Souza, proprietário de uma oficina mecânica na região.

 

Segundo ele, mesmo durante período de seca, a água continuava saindo do terreno ao lado de seu imóvel, correndo a céu aberto pela rua, prejudicando o tráfego de veículos e também das pessoas que residem no local.

 

“Eu mesmo, para facilitar a entrada de carros na oficina, tive que colocar canos aqui na frente, para que os carros pudessem entrar. Agora já tirei. Vai melhorar bastante com este serviço que a Prefeitura está fazendo aqui”, comemorou.

 

Edson confessou que, há muitos anos, os moradores pediam uma solução para o problema. “Mudei para cá em 1.978. Este problema existe já há mais de 20 anos. Não temos esgoto e com este minadouro, as fossas enchem rapidamente. Já sofremos muito aqui, até cano coloquei para amenizar o nosso problema”, disse.

 

O morador lembrou uma visita feita pelo prefeito Paulo Duarte que, na época, determinou execução de um serviço no local para acabar com o drama dos moradores. “Outros passavam por aqui, viam o nosso problema, mas não resolviam. Agora foi resolvido. Foram 20 anos convivendo com este problema”, disse aliviado.

 

Quem também estava otimista era Paulo Claro Proença, morador da República da Bolívia há 35 anos, grande parte desse tempo morando ao lado de um terreno com minadouro. “Ficava tudo alagado. Agora, com este serviço que a Prefeitura está fazendo, a tendência é melhorar. Só temos que agradecer o prefeito pelo que está sendo feito aqui”, disse.

 

Para resolver o drama da comunidade, a Prefeitura implantou dois drenos no local e está canalizando toda a água, dos dois lados da pista, em tubos de concreto. Um lado da via já está com a galeria pronta, restando somente a ligação final à galeria existente na Gonçalves Dias.

 

“Estamos trabalhando aqui desde a semana passada. A orientação do prefeito foi para solucionar o problema e é isto que estamos fazendo. Hoje, estamos fazendo a drenagem do outro lado da rua, captando a água de um segundo minadouro existente em um terreno baldio. Com os dois drenos e as duas galerias ligadas à rede da Gonçalves Dias, vamos canalizar toda a água, evitando problemas aos moradores”, explicou o secretário de Infraestrutura e Serviços Públicos, engenheiro Gerson da Costa Melo, durante vistoria aos serviços.

 

Gerson citou também que, além do drama dos moradores residentes na quadra entre a Gonçalves Dias e Monte Castelo, as famílias que residem na República da Bolívia, abaixo da Gonçalves Dias, também estavam sendo afetadas pelo grande volume de água que descia pela via. “Hoje, com este serviço, a água já não corre a céu aberto e não chega à outra quadra. Lá, precisamos apenas entrar em contanto com a Sanesul, para orientar as pessoas que ainda não fizeram a ligação de esgoto, para concluir o serviço, evitando que água servida seja despejada na via”, explicou.