Hoje é dia de descer a ladeira e dar banho em São João nas águas do Paraguai

Terça-feira, 23 de junho. Hoje é dia de descer a Ladeira Cunha e Cruz em direção à prainha do Porto Geral, e banhar a imagem de São João nas águas do Rio Paraguai. Trata-se do ponto alto do Arraial do Banho de São João, festa junina de maior tradição no centro-oeste brasileiro, que atrai um grande número de turistas à cidade.

 

A festa é realizada pela Prefeitura de Corumbá, sob coordenação da Fundação de Cultura. A partir das 18 horas, 92 famílias de festeiros cadastradas pelo Município, descem a Ladeira Cunha e Cruz, com seus andores, para o banho.

 

O Arraial do Banho de São João foi aberto no domingo e a movimentação nesta terça-feira, 23, começou cedo nas casas dos festeiros que se preparam para descer a Ladeira Cunha e Cruz com seus andores, em direção ao Rio Paraguai, para banhar a imagem do santo. E não se trata apenas de descer a Ladeira até o rio. No percurso, alguns rituais se destacam. Entre eles, passar por baixo do andor em busca de um casamento perfeito.

 

O Arraial do Banho de São João se define como a mistura de muita devoção, fé e crendice popular, trindade secular que alimenta a tradição de banhar a imagem do santo nas águas do Paraguai. São tradições mantidas há mais de um século pelos antepassados e que se renova anualmente, com muito mais força e fé em São João Batista.

 

A festa começa nas casas das famílias festeiras, uma tradição, onde se misturam cânticos religiosos, orações, histórias de fé em milagres operados pelo santo que, segundo a Bíblia, batizou Jesus Cristo no Rio Jordão, e “ingredientes” da cultura popular como fogueira, elevação do mastro, dança de quadrilhas juninas e fogos de artifício.

 

A programação é intensa. Na orla do Porto Geral será aberta às 18 horas com a praça de alimentação. Os shows com artistas locais começam às 20 horas. Estão previstos dois shows regionais, um às 21h30 e o segundo a partir dos 15 minutos da quarta-feira, 24, com a dupla João Haroldo e Betinho. Outras atrações são a elevação do Mastro de São João às 23h15, e o show pirotécnico à meia noite.

 

A festa acontece também em todos os cantos da cidade. Tem arraial nas residências das 92 famílias cadastradas pela Fundação de Cultura, bem como no ILA, onde acontece o Arraial da Prefeitura e os preparativos para a descida do andor oficial rumo ao Rio Paraguai.

 

A ideia é fazer uma maior integração possível com a população que desce direto para o Porto e não participa do evento nas casas dos festeiros. Para tanto, este ano, o mastro de São João será instalado na prainha do Porto Geral, local onde acontece o banho do santo.

 

Assim, todos poderão acompanhar o momento especial, o içamento do mastro, para depois acontecer o banho da imagem de São João. A vice-prefeita e diretora da Fundação de Cultura, Márcia Rolon, explicou que o mastro ficará neste local até o dia 29 de junho, Dia de São Pedro, mantendo os costumes dos festeiros.