Após participar de Fórum, ribeirinhas agradecem apoio recebido da Prefeitura

Irene Gresosti, de 70 anos, moradora da Barra do São Lourenço, Nilza Mariana de Arruda, 55, da região do São Francisco, e Bernardina da Silva, 68 anos, radicada na localidade do Bonfim, visitaram na tarde desta quarta-feira, 3 de junho, a Prefeitura de Corumbá.

 

As pantaneiras foram recepcionadas pelo prefeito Paulo Duarte e a primeira-dama e diretora-presidente da Fundação de Desenvolvimento Urbano e Patrimônio Histórico, Maria Clara Scardini.

 

Foi a primeira vez que as ribeirinhas estiveram no gabinete de um prefeito municipal. “Estou simplesmente maravilhada. Nunca pensei que uma ribeirinha como eu estaria aqui e seria tão bem recebida por uma autoridade como estamos sendo agora”, comentou dona Irene.

 

“Quando saí de casa, vim com a ideia de brigar por várias coisas pra minha região. No Fórum, consegui conversar com todo o secretariado e tive resposta para a maioria dos nossos problemas lá. Agora apenas gostaria de agradecer ao prefeito por essa oportunidade e por tudo que ele tem feito pela nossa gente”, disse dona Bernardina.

 

“Estamos sendo muito bem atendidos nas áreas de Educação e Saúde. Antes, tínhamos que ficar mais de mês esperando atendimento aqui na cidade. Agora a gente chega em um dia, é atendido no outro, já encaminhado para o especialista e, de lá, já sai com os remédios na mão”, afirmou dona Nilza.

 

Elas também destacaram a importância do Programa Social Povo das Águas para as comunidades localizadas nas regiões distantes do Pantanal corumbaense. Todas foram unânimes em descrever a equipe da Prefeitura como “uma família”. Segundo as ribeirinhas, o atendimento de todos os envolvidos na ação é marcado pelo carinho, qualidade e atenção.

 

Ainda neste mês, o Programa Social vai atender os moradores da parte alta do Pantanal. “Nossa intenção é levar para os ribeirinhos os mesmos atendimentos que a população encontra na zona urbana”, observou Paulo Duarte, reafirmando o compromisso de levar os serviços da Prefeitura pelo menos três vezes para cada região do Pantanal.

 

“Foi um prazer receber a visita dessas mulheres guerreiras, batalhadoras, que correm atrás do sustento de suas famílias. Quem pensa que elas ficam paradas, só esperando o atendimento do Povo das Águas, está muito enganado. Dona Irene faz sua farinha de mandioca e vende para os turistas, assim como dona Bernardina faz seus doces de caju, de goiaba e de outras frutas. E dona Nilza, também doceira, ainda encara o rio para pegar iscas. São todas exemplo de vida e de amor ao local onde vivem”, concluiu o prefeito de Corumbá.

 

Além de visitar a Prefeitura, as ribeirinhas e todas as outras participantes do III Fórum das Mulheres do Campo e Ribeirinhas também participaram de um almoço festivo e assistiram ao filme sobre Helena Meirelles, a dama sul-mato-grossense da viola, no Cine Sesc.