6º Distrito Naval comemora os 150 anos da Batalha Naval do Riachuelo

O Comando do 6º Distrito Naval realizou na manhã desta quinta-feira, 11 de junho, uma cerimônia cívico-militar para comemorar os 150 anos da Batalha Naval do Riachuelo, em frente ao pórtico do Distrito. Estiveram presentes autoridades cívicas e militares, além dos alunos das escolas municipais e estaduais de Ladário.

 

O evento contou com a presença de todo o corpo da Marinha, onde foram içados os sinais de Barroso, bandeiras que foram hasteadas no dia da batalha, uma salva de tiros e um desfile da tropa, com direito a sobrevoo dos helicópteros do distrito. Onze militares foram agraciados com a Medalha Honra do Mérito Naval.

 

Para a vice-prefeita e diretora-presidente da Fundação de Cultura, Marcia Rolon, comemorar a vitória da Batalha Naval do Riachuelo tem um marco importantíssimo na nossa história “porque se não fosse essa vitória, talvez estariamos falando outra língua. Historicamente, foi o momento em que o Brasil realmente ganhou força para avançar e finalizar a guerra”.

 

Marcia também colocou a importância que a Marinha tem para esta região. “A Marinha é uma excelente parceira de Corumbá, de Ladário e dos povos ribeirinhos, a ação que eles fazem e que vai muito além do que deve ser feito, pois tem todo um marco social onde nossa população ganha”.

 

O prefeito de Ladário, José Antonio Assad e Faria, lembrou da importância dessa data para todos, “a comemoração dessa data é importante para todos os brasileiros, e aqui para nós representou a potencialidade econômica da livre navegação da nossa hidrovia, representou o fortalecimento da presença brasileira nesse território e as potencialidades econômicas que decorrem daí. A presença da Marinha representa para nós, além da segurança, o fator muito preponderante na economia e na qualidade de vida do nosso povo, o prefeito da cidade tem todos os motivos para estar aqui”.

 

O contra-almirante Petrônio Augusto Siqueira de Aguiar, comandante do 6º DN, explicou a importância das comemorações dessa data.

 

“A Batalha Naval do Riachuelo foi um evento fundamental em dois pontos: primeiro para que a gente pudesse, naquela época, ganhar aquela guerra que nós estávamos travando e porque ela cortou a logística do oponente e nós fomos vitoriosos. Num segundo ponto, que é o ponto de vista social, que para mim é o mais importante, ela consegue fazer com que a Marinha dos brasileiros, porque é a Marinha do Brasil, mostre muito do que faz, interagir muito nessa ultima semana, em que passamos com a população e será encerrada com a tradicional Corrida Rústica Batalha Naval do Riachuelo, que terá saída e chegada ao Pórtico do Comando do 6º DN, em Ladário, a partir das 08 horas do dia 21 de junho”.

 

Histórico da data

 

No dia 11 de junho comemora-se o Aniversário da Batalha Naval do Riachuelo – Data Magna da Marinha. A batalha é considerada pelos historiadores como decisiva na Guerra da Tríplice Aliança contra o Paraguai (1865-1870) – o maior conflito militar na América do Sul, somente superado em vítimas, no Novo Mundo, pela Guerra Civil Americana (1861-1865).

 

Até aquela data, o Paraguai tinha a iniciativa na guerra e a batalha inverteu a situação, garantiu o bloqueio e o uso pelo Brasil dos rios, que eram as principais artérias do teatro de operações de guerra, e desincentivou possíveis adesões de simpatizantes argentinos e uruguaios à causa paraguaia.