Representantes do DEA e do Governo Norte-Americano visitam Corumbá

Apresentar aspectos de Corumbá nos âmbitos social, econômico, político, entre outros, durante uma conversa informal ocupou o final da tarde da agenda desta quarta-feira, 06 de maio, do prefeito Paulo Duarte, que recebeu representantes do governo norte-americano.

 

Em visita ao município pantaneiro, Morgan Young e James Nelson, do DEA (Drug Enforcement Administration), Órgão de Combate às Drogas, em companhia de Bridget Trazoff, do Consulado Geral dos Estados Unidos da América, buscaram conhecer “in loco” esta região fronteiriça entre Brasil e Bolívia, onde Corumbá configura como a cidade mais importante.

 

“Embora economicamente aqui a base seja a mineração, a pecuária, mas eu ainda defendo muito o Turismo como uma das principais fontes de receita e geração de renda. Também fazendo propaganda do que temos aqui. É importante que eles tenham noção do que é uma cidade de fronteira, que é algo diferente de qualquer outro local”, disse Paulo Duarte que também abordou questões que preocupam a região.

 

“Além de mostrar nossos aspectos e atrativos, tocamos num ponto que eu considero como prioritário da nossa região, que é o combate ao tráfico de drogas. Também abordamos o consumo desses entorpecentes que é algo que tem aumentado muito na nossa cidade, além da precocidade com que isso tem acontecido. Para combater isso, precisamos de duas questões: investimento em segurança na área de fronteira e um trabalho na área social, políticas públicas a fim de evitar, cada vez, que mais jovens entrem nesse caminho”, avaliou o prefeito que se declarou estar aberto a parcerias com o Governo norte-americano.

 

“A visita deles é muito importante para nós, pois precisamos de apoio e que entendam o que é Corumbá para poder investir e ajudar porque, assim, indiretamente acabam ajudando o país dele, os Estados Unidos, pois tem muita coisa que acontece lá e que passa por aqui. É como digo: se o nosso Governo investisse de forma mais pontual nas fronteiras, evitaríamos as UPP’s (Unidades de Polícia Pacificadora) nos morros cariocas, por exemplo”, falou Duarte.

 

Para Morgan Young, as impressões coletadas em Corumbá foram as melhores, principalmente no tocante à receptividade das pessoas com relação ao trabalho que o órgão pretende desenvolver na região. “As pessoas são abertas e a primeira vez eu gostei muito, eu gostaria de conhecer mais para ajudar e trabalhar com a Polícia Federal, ter esse intercâmbio e, no futuro, eu quero ajudar e trabalhar a região”, afirmou o membro do DEA.

 

Com Bridget Trazoff, o prefeito buscou iniciar diálogos para prováveis ações na área de políticas públicas que evitem o aumento do jovens entre os consumidores de entorpecentes.

 

O grupo, que estava acompanhado do delegado-chefe da Policia Federal em Corumbá, Sérgio Luís Macedo, recebeu das mãos do prefeito Paulo Duarte presentes que divulgam as belezas e potencialidades, entre eles, o livro da fotógrafa Silvia Almeida, com imagens de Corumbá e Ladário.