Prefeitura inicia obras de pavimentação e atende comunidade do Cravo Vermelho

A Prefeitura de Corumbá já iniciou pavimentação da Rua Sete de Setembro que vai ligar o anel viário, na altura da Escola Municipal Almirante Tamandaré, até a Rua Santa Catarina, no Cristo Redentor. A obra representa o fim do sofrimento para centenas de famílias do Cravo Vermelho, principalmente do II e III, que viviam um constante drama de inundação de suas casas, em períodos de chuvas.

 

O início da pavimentação asfáltica foi autorizado pelo prefeito Paulo Duarte na noite de ontem, quarta-feira, quando o Chefe do Executivo corumbaense assinou a ordem de serviço, em ato que contou com a participação de um grande número de moradores do Cravo. “Hoje estou aqui para informar a todos que vamos dar início à pavimentação. Estamos pisando na terra, mas daqui cinco, seis meses, vamos estar pisando, caminhando pelo asfalto”, comentou.

 

No encontro com a comunidade do Cravo, o prefeito informou que a pavimentação asfáltica é a etapa final de um projeto desencadeado em 2013, logo após o início de sua administração. Ao lado da pequena Stephanie, ele lembrou 2012 quando conheceu a pequena, que se transformou em uma das crianças símbolos de sua campanha.

 

“Ela tinha seis anos na época. Não me esqueço desse dia até hoje. A Stephanie saiu comigo, caminhando pelo conjunto e, com a chuva, haviam poças. Ela estava de sapato novo e a peguei no colo. Foi aí que ela se virou para mim e disse: ‘Paulo, se você for prefeito, tem que asfaltar isso aqui’. Retornei outras vezes aqui e foi a primeira região visitada no meu primeiro dia como prefeito e reencontrei a Stephanie”, lembrou.

 

“Voltei em fevereiro, desta vez à noite de muita chuva. Acompanhei de perto o sofrimento das pessoas que estavam com suas casas invadidas pelas águas. Já tinha conhecimento de como o povo daqui sofria em época de chuva e também na seca, devido à poeira. Era preciso resolver esta situação e, já naquele ano, não pensei duas vezes e solicitei à minha equipe a elaboração de um projeto para por fim ao drama de quem mora aqui”, explicou.

 

O primeiro passo foi implantar um sistema de drenagem para conter as inundações. Isto foi feito e concluído em 2014. “É uma obra que fica embaixo da terra, que ninguém vê. Talvez seja por isso que muitos políticos não gostam de fazer. Mas fizemos para acabar com as inundações. Foram quase dois milhões aplicados aqui e também no Guarani, para eliminar este tipo de problema”, ressaltou.

 

Esta obra foi executada com recursos próprios, oriundos de impostos que a população paga, como o IPTU. Fez parte de um projeto lançado por Paulo em 2013, atendendo também o Bairro Guarani. Os investimentos somaram R$ 2.021.127,00. Paralelo, a prefeitura implantou drenagem no interior do Cravo II e fez a pavimentação em lajotas sextavadas. Mesmo serviço será realizado no Cravo III, cuja área está em fase de regularização.

 

“Foi a parte mais difícil. Uma obra que custou praticamente o dobro do asfalto, devido ao terreno rochoso, mas necessária para acabar com as inundações”, explicou, ressaltando que a Prefeitura buscou também recursos federais para execução do asfalto na Sete de Setembro e também do Guarani.

 

“E este apoio veio de um grande amigo em Brasília que nos enviou uma emenda parlamentar para o asfalto, o senador Delcídio do Amaral. Vamos investir agora mais de R$ 1 milhão ((R$ 1.063.347,69) no asfalto. Estou voltando aqui hoje para autorizar o início. 2015, sem dúvida, está sendo um ano importante para mim. Representa o fim do sofrimento de quem mora no Cravo Vermelho”, celebrou.