Esgotado diálogo: Prefeitura vai recuperar asfalto e cobrar da Sanesul

A conversa não surtiu efeito, muito menos os embargos de novas obras na cidade. Esgotado o canal de diálogo e de notificações, a Prefeitura de Corumbá decidiu agir de forma diferente em relação à Empresa de Saneamento de Mato Grosso do Sul (Sanesul). A partir de agora, o próprio Município irá recuperar o pavimento asfáltico das vias urbanas da cidade danificadas pelas intervenções nas redes de distribuição de água e de esgoto, e mandar a conta para a Sanesul.

 

A decisão foi tomada pelo próprio prefeito Paulo Duarte no último final de semana, após passar pela Rua Cyríaco de Toledo, na região da Nova Corumbá e Guanã, e constatar quatro ‘bacias’ no pavimento que foi totalmente recuperado no ano passado, quando a Prefeitura executou o recapeamento da via.

 

“Implantamos praticamente um novo asfalto na Cyríaco, bem como em outras vias da área urbana. Foram 67 quadras que receberam este tipo de pavimento, o Concreto Betuminoso Usinado a Quente, bem superior ao material que era utilizado anteriormente, permitindo maior tempo de vida útil ao pavimento. Mas, o que temos visto, são constantes intervenções da Sanesul para corrigir vazamentos e outros problemas nas redes de água e esgoto, e o resultado é que estão acabando com as nossas ruas”, explicou.

 

“Este novo asfalto que implantamos custou dinheiro aos cofres públicos. Foi uma obra executada com recursos próprios, oriundos dos impostos que a população paga. Fizemos tudo isso para recuperar vias importantes, com grande densidade de fluxo, para dar maior tranquilidade à população, aos motoristas. Não podemos permitir que acabem com o pavimento como tem ocorrido”, comentou.

 

Nos últimos dois anos a Prefeitura tentou, por meio do diálogo, resolver o problema. O resultado não foi satisfatório. Assim, passou a notificar a empresa e até mesmo embargar novas obras enquanto a Sanesul não recuperasse o pavimento danificado. “Também não surtiu resultado e, diante disso, já determinei à Secretaria de Infraestrutura para que faça a recuperação. Vamos mandar a conta desse serviço para a Sanesul”, completou.