Corumbá mobilizou mais de 32 mil pessoas no Dia do Desafio

Mais de 32 mil pessoas participaram do Dia Mundial do Desafio em Corumbá. O evento, organizado pelo Sesc e coordenado regionalmente pela Prefeitura, mobilizou, de acordo com o levantamento oficial do evento, 30,55% da população do município. A meta inicial era de 30,6 mil participantes.

 

“Independente da competição, foi muito importante a participação de Corumbá porque, além de mostrar poder de mobilização do corumbaense, mostrou que o Município está no caminho certo com relação ao desporto e incentivo à pratica esportiva”, avaliou o diretor-presidente da Fundação de Esportes (Funec), Elvécio Zequetto.

 

“Durante toda a quarta-feira, mostramos em diversas atividades que a população de Corumbá está cada vez mais participativa, cada vez mais dedicada às ações que envolvam qualidade de vida, a promoção da saúde e contra o sedentarismo. E esta é uma característica bastante forte na administração do prefeito Paulo Duarte”, completou Zequetto.

 

Apesar do envolvimento maciço da comunidade, Corumbá ficou atrás da cubana Cienfuegos, que conseguiu colocar 51,88% de sua população em movimento.

 

O Dia do Desafio foi criado nos anos 1980, no Canadá, com a proposta de despertar o interesse das pessoas pela prática de esportes e atividades físicas, por meio de uma competição entre cidades. Coordenado pelo Sesc, desde 1995, o Dia do Desafio é uma iniciativa da TAFISA ? The Association For International Sport for All – conta com o apoio da ISCA ? International Sport and Culture Association, da UNESCO e trata-se de uma realização das Prefeituras Municipais.

 

É um movimento comunitário que envolve poderes públicos, instituições privadas e cidadãos trabalhando em parceria para mobilizar o maior percentual de participantes em relação ao seu total de habitantes.

 

Em 2015, o Dia do Desafio aconteceu em sua 21ª edição e, desde 2013, tornou-se uma das ações da campanha MOVE Brasil que pretende ampliar o número de praticantes de esportes e atividades físicas no país, até o ano de 2016.