Corumbá celebra Dia da Infantaria e aniversário do 17º Batalhão de Fronteira

Os 173 anos de fundação do 17º Batalhão de Fronteira e o Dia da Infantaria foram celebrados na manhã desta quinta-feira, 14, em Corumbá, com uma cerimônia no quartel da instituição militar.

 

O ato reuniu um grande número de autoridades, entre os quais o prefeito Paulo Duarte; o comandante da 18ª Brigada de Infantaria, general-de-brigada Jorge Cardoso Martins; o comandante do 17º BFron, coronel Elias Ely Gomes Vitório, entre outros.

 

A cerimônia marcou também a formatura dos novos recrutas e homenagens àquelas pessoas que contribuíram com os serviços prestados pelas Forças Militares na região, entre eles, o prefeito Paulo Duarte. Além dele, outras 12 pessoas também receberam a homenagem.

 

“O Exército é nosso parceiro e além de cumprir com suas obrigações institucionais, o 17º BFrom e a 18ª Brigada de Infantaria têm nos ajudado muito nas ações desenvolvidas na cidade. Esta homenagem é uma demonstração da amizade que existe entre as duas instituições, a Prefeitura e o Exército”, comentou.

 

O prefeito lembrou que o Exército Brasileiro e a Marinha, estão apoiando as ações de combate à dengue e à raiva animal. “Sempre que precisamos, as Forças Militares estão ao nosso lado, nos ajudando nas ações, principalmente na área da saúde e social”, reforçou, lembrando que o Exército e Marinha é que devem receber as homenagens.

 

O comandante do 17º BFron, coronel Elias Ely Gomes Vitório, também comentou a atuação do Exército Brasileiro na região que não pensou duas vezes quando recebeu a informação da possibilidade de retornar à região. “Fiz questão de voltar para comandar este Batalhão. Aqui fui bem recebido, gostei da cidade e me sinto em casa. O Pantanal é uma área muito rica e nós temos o objetivo de proteger o local. Nós somos o muro do Pantanal e são esses homens que protegem esta riqueza”, observou.

 

O Patrono da Brigada, Antônio Maria Coelho, também foi homenageado. “Guardamos o exemplo de Antônio Maria Coelho, que foi um herói da retomada de Corumbá, cujas maiores virtudes foram o patriotismo e a coragem que o impulsionou na luta durante a Guerra do Paraguai, um dos mais empolgantes feitos, mantendo assim o nosso território”, afirmou.