Corumbá abre oficina de bolsa e customização na próxima segunda

A Prefeitura de Corumbá oferece a partir de segunda-feira, 18 de maio, uma oficina de bolsa e customização para as pessoas que integram o movimento de economia solidária na cidade. A atividade acontece no Centro de Qualificação e Trabalho Dom Bosco, órgão vinculado à Secretaria de Assistência Social e Cidadania.

 

A oficina integra uma série de ações desenvolvidas pela Prefeitura, com vista ao fortalecimento da economia solidária no Município. O curso terá duração de uma semana (de 18 a 22 de maio), nos períodos vespertino e noturno, com turmas de 30 pessoas.

 

As inscrições podem ser feias no Centro de Qualificação para o Trabalho Dom Bosco, localizado na Rua 13 de Junho, no Bairro Dom Bosco, bem como na Casa da Cidadania, na Rua 15 de Novembro, 400, no centro da cidade. Pode também ser feita na segunda-feira, antes do início das aulas.

 

Mesmo aquelas pessoas que não conhecem ou não fazem parte da economia solidária, podem fazer o curso e aproveitar para conhecer a proposta de trabalho da economia solidaria.

 

Em Corumbá, com o apoio da Prefeitura, existem cerca de 12 grupos que praticam essa nova economia. Segundo o subsecretário de Assistência Social e Cidadania, Nilo Correa, “a prática da economia solidária se tornou uma das principais ferramentas de inclusão social e geração de renda em todo o país. Em Corumbá não está sendo diferente. A Prefeitura, por meio da Secretaria de Assistência Social e Cidadania, tem colaborado para que este movimento se fortaleça e consiga agregar mais pessoas, grupos, associações, afim de ajudar na transformação da vida dessas pessoas”.

 

A economia solidária pode ser definida como um jeito diferente de produzir, vender, comprar e trocar o que é preciso para viver. Nessa economia, não existem mais exploradores e explorados, pois ninguém pretende levar vantagem sobre os outros, e muito menos gerar riquezas através da destruição da natureza.

 

A base da economia solidária é formada pelas relações de cooperação, pelo fortalecimento do grupo e das comunidades, sem patrão nem empregado, e todos pensando no bem de todos e no seu próprio bem.

 

Maiores informações nos telefones: 3907-5322 (Centro Dom Bosco) 3907-5437 (Casa da Cidadania).