Prefeito lamenta morte do empresário corumbaense Romão Chaim Asseff

Com sentimento de grande pesar, o prefeito de Corumbá, Paulo Duarte, lamenta a morte do empresário Romão Chaim Asseff, 86 anos, ocorrida na tarde deste domingo, 26 de abril.

 

Homem de grande valor na sociedade corumbaense, Romão foi um dos fundadores e diretor do Sistema Fiems-Federação das Indústrias de Mato Grosso do Sul. Também fundou o Sindicato das Indústrias Extrativas de Corumbá(Sindiecol), onde exerceu a presidência da entidade por mais de 30 anos. Foi ainda conselheiro do SENAI e do SESI.

 

Romão ainda presidiu o Sindicato dos Condutores de Veículos de Corumbá e Ladário, além de ser proprietário de tradicional caieira no perímetro central da Cidade Branca.

 

Em sua juventude, Romão ainda se destacou na área esportiva, sagrando-se um atleta campeão em competições de corridas e maratonas.

 

Asseff também atuou na área política, sendo eleito o vereador mais votado do PSP (Partido Social Progressista), entre os anos de 1962 a 1969, quando a função não previa remuneração.

 

Atuante em entidades como a Maçonaria e a Seleta Sociedade Caritativa e Humanitária (SSCH), deixou um legado de relevantes serviços prestados a Corumbá, sua cidade natal.

 

Chaim recebeu inúmeras homenagens de instituições como Exército e Marinha, além de ter ajudado na construção das instalações do quartel da Polícia Militar em Corumbá, do Corpo de Bombeiros e da Associação dos Pais e Amigos dos Excepcionais (APAE).

 

Romão Chaim Asseff deixa os filhos: Catarina Solange, Márcio, Daniel, Rosemira, Edemir, Jucelino, Dircinéia, Rodnei, Rosania e Roselaine, além de netos e bisnetos.