Novo comandante da 18ª Brigada reafirma compromisso com Prefeitura

A 18ª Brigada de Infantaria de Fronteira Ricardo Franco, em Corumbá, tem novo comandante que assumiu o cargo durante cerimônia realizada na manhã desta quinta-feira, 02 de abril, na sede do 17º Batalhão de Fronteira, onde autoridades militares, civis, religiosas e convidados presenciaram a passagem de comando que foi presidida pelo comandante Militar do Oeste, general-de-exército, Juarez Aparecido de Paula Cunha.

 

O General Pedro Paulo de Melo Braga deixou a 18ª Brigada após quase dois anos de trabalho na região pantaneira. Em seu discurso, ele agradeceu todos que o ajudaram a desempenhar a função com foco no fortalecimento das ações militares do Exército.

 

“Esse momento de lembranças traz muitas alegrias como um sonho vivido que se percebe a hora de acordar e viver outra hora da caminhada do meu ser. Esta Brigada recebeu vários recursos e vários materiais militares para aumentar seu poder de combate como viaturas, meios de comunicação e controle e embarcações. Tudo isso proporcionou um salto de operacionalidade e, particularmente, a esse soldado, a materialização de uma luta que participei nos meus 39 aos de serviço por um Exército moderno e equipado. E o melhor não acabou: vai continuar”, afirmou o general Braga que segue para Diretoria de Material de Aviação do Exército, em Brasília.

 

E da capital nacional, veio o novo comandante da 18ª Brigada de Infantaria de Fronteira. O General de Brigada Jorge Cardoso Martins se deslocou do Estado-Maior do Exército e afirma estar motivado com o cargo confiado, já que significa fato inédito em sua carreira.

 

“É a primeira vez que venho servir no estado de Mato Grosso do Sul, na região Centro-Oeste e, se depender do que do que eu vi aqui nos primeiros dias, da recepção, do calor humano que tive por todas as pessoas e autoridades, creio que vou ser muito feliz aqui e vou continuar o trabalho que vinha sendo muito bem realizado pelo General Braga”, declarou.

 

O General Cardoso Martins destacou que a parceria com instituições públicas continuarão, entre elas, a Prefeitura Municipal de Corumbá, com quem o Exército realiza importantes ações em prol da população.

 

“O Exército tem uma participação muito ativa na vida nacional. Sua missão principal, obviamente, é a defesa da Pátria, mas sempre o Exército sempre está disposto a ajudar a sociedade e os brasileiros nos momentos de dificuldade. Obviamente que temos limitações, mas, dentro daquilo que é possível, estaremos sempre disponíveis para prestar o apoio do que for possível”, disse o novo comandante.

 

Acompanhando a cerimônia, o prefeito de Corumbá, Paulo Duarte, frisou a relação próxima mantida entre Exército e Executivo Municipal para o fortalecimento da instituição militar em nosso município, bem como para o atendimento da comunidade urbana e rural.

 

“Eu tenho dito sistematicamente da importância das Forças Armadas em nossa cidade e região e, sempre quando há uma troca de comando, quando houve aqui, é importante conhecer e saber que as pessoas que estão vindo têm o mesmo espírito, a forma de agir e trabalhar que tem o general Braga, então isso pra gente é uma segurança que vamos poder continuar o trabalho, fortalecendo ainda mais essa parceria”, falou Duarte ao dirigir o reconhecimento ao general Braga e as boas-vindas ao general Cardoso Martins.

 

O prefeito ainda destacou importante conquista para o município com a cedência de uma área no bairro Guató, parte alta da cidade, onde novas instalações da 18ª Brigada de Infataria de Fronteira deverão ser erguidas.

 

“Quando soube do risco da instituição militar ir para outra região, fizemos um trabalho muito forte e conseguimos efetivar essa área que vai importante para as instalações do Exército, trazendo uma importante valorização para aquela área. É o resultado de um esforço conjunto da Prefeitura, do general Braga e do Governo Federal para que a gente pudesse, ao final da gestão do General Braga, ter essa boa noticia para Corumbá”, disse o chefe do Executivo Municipal ao vislumbrar, além da segurança, o desenvolvimento econômico que aquela região da cidade terá com a implantação da unidade militar.