Parceiros de Corumbá, general e contra-almirante são homenageados pela Prefeitura

O comandante do 6º Distrito Naval, o contra-almirante Edervaldo Teixeira de Abreu Filho, o comandante da 18ª Brigada de Infantaria de Fronteira, general-de-brigada Pedro Paulo de Mello Braga, foram homenageados pela Prefeitura de Corumbá na noite dessa segunda-feira, 23 de março. Ambos ficaram 2 anos e 3 meses na cidade e agora partem para novos lugares.

 

“Estou aqui para dar os meus sinceros agradecimentos a essas duas pessoas que chegaram junto comigo, há exatamente dois anos atrás, e agora vão embora. São pessoas que fizeram além do cargo deles. Tenho certeza que a passagem de vocês vai ficar marcado na nossa história. Aprendi muito e devo muito a eles que fizeram muitas coisas pela educação, saúde, assistência social, entre outros, onde vocês forem não esqueceremos nunca de vocês”, afirmou o prefeito Paulo Duarte.

 

O comandante da brigada, general-de-brigada Pedro Paulo de Mello Braga, confessou que para ele é sempre uma dificuldade os momentos de despedida. “Agradeço as palavras do prefeito Paulo Duarte, porque na forma de substituição no comando, já estou tomando as providências para que o nosso trabalho não seja perdido e suma. Mais na parte pessoal fica mais difícil porque aí somam as boas coisas e as lembranças, porque quando me perguntarem das coisas ruins, já não me lembro mais. Aqui só tenho coisas boas pra lembrar”, afirmou, lembrando que ele sempre repete que “Deus sempre proverá alguém melhor para me substituir”.

 

Já o comandante do 6º Distrito Naval, o contra-almirante Edervaldo Teixeira de Abreu Filho, lembrou da decisão que tomou pedindo para o comando geral para ficar por dois anos no distrito. “Logo que cheguei aqui fui vendo que ficar no Distrito por apenas um ano seria muito pouco tempo, por isso pedi aos meus superiores para ficar por dois anos, tempo suficiente para realizar um bom trabalho aqui e foi sábia a minha escolha, pois nesse tempo conquistei bons amigos”.

 

O comandante Edervaldo destacou ainda os momentos felizes que viveu na região. “Eu fiz 40 anos de Marinha esses dias e eu nunca vivi momentos tão felizes como os que vivi aqui, as amizades que eu fiz aqui não tem preço e as lembranças não param por aí. Me lembro da primeira escola que arrumamos, que foi a Delcídio Amaral, e lembro do prefeito falando que iria climatizar todas as escolas municipais e eu pensei comigo: rapaz pensa bem no que vai se meter? E hoje estamos com mais da metade das escolas prontas. Eu acho fantástico quando vejo você falando que não consegue fazer sozinho, que precisa da ajuda da Marinha e do Exército, isso mostra que você pensa grande, pensa num todo e isso é bom”.

 

“Vejo a sorte que Deus me deu ao me colocar num lugar onde as pessoas pensam como eu, que tem a mesma religião e tem os mesmos objetivos para melhorar a cidade, isso não apenas uma consciência e sim uma ‘coinDeuscidência’ e ele sempre proverá coisas boas”, concluiu Edervaldo. Ele e o general Braga receberam uma placa de homenagem e uma camiseta do Corumbaense Futebol Clube time que eles passaram a torcer.