Legislativo comemora Dia Internacional da Mulher com sessão solene

A Câmara de Vereadores de Corumbá realizou na noite dessa segunda-feira, 02 de março, uma sessão solene em homenagem a todas as mulheres do município, onde 23 mulheres foram homenageadas pela Casa de Leis Barão de Vila Maria.

 

Como não poderia ser diferente, a sessão foi presidida por uma mulher, a vereadora Cristina Lanza (PT), única mulher eleita no Legislativo, que comandou os trabalhos, formando uma mesa feminina composta pela primeira dama e diretora-presidente da Fundação de Desenvolvimento Urbano e Patrimônio Histórico, Maria Clara Scardini, pela psicopedagoga e esposa do contra-almirante, Luene Garcia Nunes de Oliveira Abreu, pela esposa do general, Tânia Maria Ferreira de Lima Braga, pela delegada de atendimento a mulher, Paula Ribeiro dos Santos Oruê, e pela nutricionista Maryane de Vasconcelos Pereira.

 

Representando o prefeito Paulo Duarte, Maria Clara agradeceu por participar dessa cerimonia pelo terceiro ano e ainda mais por esta ser a última sessão de duas mulheres muito importantes como a Lueni e a Tânia, uma vez este será o último ano que elas ficam na cidade. “Agradeço ao contra-almirante e ao general por todo o apoio que eles nos deram durante todo esse tempo que estiveram aqui no município, porque realmente vocês foram parceiros da nossa administração”.

 

Maria também agradeceu ao secretariado que estava presente na solenidade, principalmente as mulheres “Sabemos que o prefeito Paulo Duarte fez questão de colocar mulheres a frente das principais pastas como finanças, saúde, educação, assistência social, porque ele sempre acreditou muito na nossa força e competência”, afirmou a primeira-dama.

 

“Quando discutimos sobre os problemas, das mulheres estamos falando de um todo, pois quando discutimos a habitação, que faz parte da minha Fundação, lembramos daquela mulher, pois é ela que pensa na estrutura como um todo. É ela que quer ter um teto para se abrigar junto aos seus filhos”, continuou Maria Clara.

 

“Quando falamos de habitação a gente sim prioriza a mulher, a chefe de família; quando a gente fala de Mulher, a gente pensa na UPA estruturada para receber a mãe com seu filho, porque quem levanta a noite, sem desmerecer os pais, porque tem muitos pais aqui que fazem o papel de mãe, mas quem coloca o filho no braço e sai na chuva, no sol é mãe mesmo e vai lá para ser atendida nesse espaço novo que tem recebido tantos elogios, é a mãe que muitas vezes vai no posto de saúde que cuidamos com muito carinho para que ela possa ser melhor atendida, e eu procuro me meter mais nisso que é o que eu domino, é no bairro, é estudando na cidade, para que aquela mulher tenha uma boa qualidade de vida”, completou.

 

Para encerrar a cerimonia, a vereadora Cristina Lanza agradeceu a presença das mulheres, em especial as que compuseram a mesa, mulheres de luta que arregaçam as mangas para ajudar os nossos problemas que ainda são muitos, “e olhando a plateia aqui, eu vejo que são tantas mulheres que já foram homenageadas e ainda existem outras tantas que realizam um trabalho lindo pela cidade, que estão a frente das organizações, e cada vez mais elas vão ganhando seu espaço e a cada ano que a gente homenageia as mulheres, é para congratular as conquistas que elas conseguiram durante aquele ano”.