Prefeitura capacita profissionais e amplia rede de imunização na cidade

Enfermeiros e técnicos de enfermagem da Secretaria de Saúde da Prefeitura de Corumbá estão participando de uma Sala de Vacinação como forma de ampliar a rede de imunização nas Unidades de Saúde do Município.

 

O curso foi aberto no dia 19 de fevereiro e nesta etapa estão sendo capacitados 25 enfermeiros. A partir do dia 09 de março, serão os técnicos de enfermagem.

 

A secretária de Saúde Dinaci Ranzi presenciou a aula da quinta-feira, 26, e comentou que a capacitação está sendo importante e visa buscar de forma permanente, aprender um pouco mais sobre os serviços de saúde, “afinal, reciclagem é importante e saber um pouco mais, é muito bom”.

 

Falou sobre a qualificação dentro da rede de saúde pública que tem ocorrido com frequência em Corumbá e que esta, especificamente, vai permitir “dar celeridade na questão da vacinação, para que a gente continue mantendo os índices de cobertura vacinal, vencendo os desafios”.

 

O curso tem uma carga de 40 horas aula e está sendo ministrado pela enfermeira Ana Lúcia de Vasconcellos Pereira. Foca o calendário vacinal de crianças e idosos; como organizar o serviço dentro da rede; monitoramento do processo de trabalho.

 

Para Juliane da Silva Cordeiro, da Unidade de Saúde do Aeroporto I, o curso está sendo importante. “De uma forma geral está ótimo. Como existem muitas equipes novas e mais unidades, está sendo bom para pontuar os problemas e ver as soluções, visando oferecer um serviço se melhor qualidade, pensando sempre na população”.

 

A capacitação está a cargo da Prefeitura por meio da Secretaria de Saúde, sob coordenação das gerências de Vigilância em Saúde, de Atenção Básica, de Humanização e pela Coordenação Municipal de Imunização.

 

A capacitação foi colocada em pauta no colegiado ampliado da Secretaria de Saúde que tem trabalhado para implantar a cogestão (gestores e trabalhadores) nos processos de decisão, e foi aprovada pela maioria presente. Além de Ana Lúcia, o enfermeiro Wangley Bento de Campos também foi indicado para capacitar os profissionais.

 

Tem por objetivo o enfrentamento das dificuldades apresentadas na cidade, tanto pela demanda da região de fronteira, como também pela falta de profissionais capacitados para atender, de forma qualificada e humanizada, as ações de imunização.

 

O Programa Nacional de Imunizações (PNI) do Ministério da Saúde foi implantado no país em 1973 para viabilizar ações de prevenção, controle e erradicação de doenças preveníveis por meio da vacinação.

 

Estas ações planejadas e sistematizadas contribuem de forma significativa para a proteção e a promoção da saúde, sendo um programa de sucesso no Brasil. Diante disso, a imunização é a forma mais eficaz de prevenir as doenças desde a infância ate a fase adulta.