Marquês une Corumbá e Campo Grande pelo carnaval para se manter no Especial

Apostando na relação entre Corumbá e Campo Grande, capital de Mato Grosso do Sul, a escola de samba Marquês de Sapucaí vem fazer um desfile para se manter no Grupo Especial do carnaval corumbaense. Com o enredo “Carnaval de Campo Grande a Corumbá – minha história vim contar na folia Valdir Gomes e Picolé”, a agremiação presidida por Odeti Brinckler de Oliveira Bueno será a última a se apresentar no domingo, 15 de fevereiro, após as apresentações das quatro escolas que este ano integram o Grupo de Acesso.

 

“Eu gostaria de falar de uma cidade sul-mato-grossense no carnaval de Corumbá que não fosse a própria Corumbá. A mais falada, com certeza, é a Capital, Campo Grande que, aliás, todo ano, tem pessoas que vem de lá brincar na nossa escola”, comentou a presidente sobre a escolha do enredo 2015.

 

O intercâmbio entre as cidades começa pelo barracão onde a equipe de trabalho se desdobra para fantasias, adereços e alegorias da escola que estima levar 900 foliões para passarela do samba.

 

“A escola tem novidade em fantasias, que nunca vimos aqui, mesmo com materiais mais baratos. São Pedro pode mandar muita água mesmo que não vai estragar o desfile”, garantiu Odete que ainda fala sobre o que considera ser uma inovação no desfile da Marquês.

 

“Meus carros vão ser montados na concentração, são estruturas encaixadas e vai ser uma experiência nova que vai nos dar segurança contra o mau tempo”, afirmou a presidente ao revelar que os trabalhos começaram em setembro.

 

Janaina Guedes, coordenadora do barracão da Marquês é uma das pessoas que vieram de Campo Grande para fazer o desfile da escola situada no bairro Dom Bosco. É a primeira vez que ela participa da folia corumbaense e diz que o esforço entre viagens de idas e vindas compensa pela alegria em poder participar de um carnaval tão rico em tradição.

 

“O pessoal de Campo Grande adora Corumbá e nosso desfile vem reforçar esse laço com as pessoas daqui”, disse a presidente Odeti Brinckler que disse que, se depender dela, a Marquês continua no Grupo Especial. “Eu quero continuar no primeiro grupo, participar dessa experiência com a qual a gente aprende ao disputar com grandes escolas”, declarou.

 

GRES Marquês de Sapucaí

 

Fundação: 29/02/1988

Presidente: Odeti Brinckler de Oliveira Bueno

Cores: Verde, lilás, branco e amarelo

Carnavalescos: Alex Guedes

Enredo: “Carnaval de Campo Grande a Corumbá – minha história vim contar na folia Valdir Gomes e Picolé”

Samba-enredo: “Carnaval de Campo Grande a Corumbá – minha história vim contar na folia Valdir Gomes e Picolé”

Compositor: Evandro Jamaica

Intérprete: Wellington

Número de componentes: 900

Número de alas: 13

Número de carros alegóricos: 05 mais 01 tripé

Componentes da bateria: 80

Porta-bandeira: Maryellen Guedes

Mestre-sala: Roberto César

Rainha da bateria: Taty Renata

Mestre de bateria: Luciano

Colocação 2014: 4ª do Grupo de Especial, com 171,7 pontos.

Ordem de desfile em 2015: 5ª a desfilar no domingo, 15 de fevereiro.

Informações: (67) 9108-2515 ou 9634-9429