Casa cheia: 30 mil pessoas fazem a festa na terceira noite de Carnaval

A festa foi completa com direito a ‘casa cheia’. A terceira noite do Carnaval Cultural de Corumbá 2015 arrastou um público estimado de 30 mil pessoas à Passarela do Samba e à Praça Generoso Ponce, embalados pelos blocos de sujos, com destaque para o Cibalena, e pelo grupo Rio Samba Show que abriu os shows populares no circuito da maior e melhor folia de Momo do centro oeste brasileiro.

 

A já tradicional descida dos blocos de sujos na noite de sexta, 13, foi marcada pela irreverência e descontração de milhares de pessoas que passaram pela Frei mariano e Avenida General Rondon, a Passarela do Samba. A estimativa dos organizadores é que o Cibalena arrastou um público estimado de 25 mil pessoas, todas vestidas a caráter para a festa.

 

Foi um recorde de público. Os blocos de sujos desceram de todas as partes da cidade e se juntaram ao Cibalena na Rua Frei Mariano, para um desfile cheio de alegria e descontração.

 

E a folia no Cibalena começou cedo. Na concentração, os foliões elegeram a sua rainha ou rainhas. É que, este ano, uma família inteira ficou em primeiro lugar com as fantasias intitulada “Idade da Pedra”.

 

O prefeito Paulo Duarte acompanhou a festa e disse que “foi mais uma importante conquista da cultura do povo corumbaense. Pessoas de todas as idades, crianças, jovens, adultos, famílias inteiras passaram por aqui esta noite, com muita alegria. Foi uma noite que mostrou o que a maior e melhor festa do centro oeste do País reserva para todos nós até terça-feira”, comentou.

 

O Cibalena puxou o desfile. E mesmo com a Passarela do Samba lotada, com foliões embalados pelo trio elétrico, o público já tomava conta da praça. Lá subiram ao palco o Rio Samba Show com Rixxa, da Portela: Lequinho, da Mangueira, e Celino Dias, da Unidos da Tijuca, além da musa Monalisa Carvalho, da Mangueira, e a passista mirim Vanessinha, da Beija Flor.

 

O grupo levou o público ao delírio, cantando os grandes sambas enredos do carnaval corumbaense e também carioca. Foi uma noite completa com direito a dois outros shows com grupos locais, o Sempre Assim e Xandão e Banda, que animaram o público presente até o fim da madrugada.