Carijó supera líder da chave, trapalhada da arbitragem e vence em casa

Com o apoio de quase 2 mil torcedores, o Corumbaense conquistou nessa quarta-feira, 25 de fevereiro, sua primeira vitória em casa neste Campeonato Estadual. Se tecnicamente o time não foi brilhante, não faltaram vontade, garra e disposição contra o Naviraiense, líder da chave B.

 

O único gol da partida foi marcado logo no primeiro lance de ataque do Carijó da Avenida. A defesa adversária rebateu mal uma bola lançada na área e ela sobrou para Amarildo, que não perdoou. Foi o terceiro gol dele na competição. Com uma postura bem diferente dos jogos anteriores, a equipe da casa não deu espaços para o bom time do Naviraiense.

 

E nas poucas chances criadas pelos visitantes, o goleiro Alisson, que substituiu o suspenso Edmar, mostrou reflexo e segurança. Individualmente, os outros principais destaques do Alvinegro Pantaneiro na partida foram o autor do gol, importante também na marcação, e o meia Wallan. Os dois saíram esgotados de campo.

 

No final da segunda etapa, uma trapalhada do árbitro João Lupato quase complicou o espetáculo. Depois de assinalar 6 minutos de acréscimos, ele acabou encerrando o confronto aos 48. Depois de muita reclamação dos jogadores do Naviraiense e do técnico Paulinho Rezende, que invadiu o gramado e precisou ser contido pelos policiais militares, o juiz voltou atrás.

 

Ele trouxe de volta os atletas do Corumbaense, que a essa altura já estavam no túnel que dá acesso ao vestiário, e recomeçou a partida. O tempo não extra não foi suficiente para mudar o placar. Com 8 pontos ganhos, o Corumbaense assumiu a terceira colocação do grupo. O Naviraiense continua líder com 10 e o Águia Negra, próximo adversário do Carijó, é o segundo com 9.