Bloco Sandálias de Frei Mariano abre o Carnaval Cultural de Corumbá

O Bloco Sandálias de Frei Mariano abriu oficialmente na noite de ontem, 11, o Carnaval Cultural de Corumbá 2015. Uma multidão passou pela Passarela do Samba em ritmo contagiante. Foi uma mostra de como será o carnaval corumbaense realizado pela Prefeitura Municipal, sob a coordenação da Fundação de Cultura de Corumbá, com apoio de parceiros.

 

Antes de descer a Frei Mariano e ganhar a Passarela do Samba, os foliões proporcionaram um espetáculo na concentração que aconteceu na Rua América. Quem passou por lá e interagiu com os integrantes do bloco foi o prefeito Paulo Duarte. Ele estava acompanhado de familiares e assessores.

 

Duarte elogiou a organização e disse que a expectativa por um grande carnaval é enorme. “Houve um planejamento prévio com participação de todas as áreas da prefeitura para que tenhamos uma festa tranquila e segura, tanto para a população, como para os turistas que estão chegando á nossa cidade. Com a camiseta do bloco, o prefeito lembrou Heloisa Urt, uma das fundadoras do Sandálias de Frei Mariano e autora da letra da marcha. “Esse bloco nos faz lembrar sempre de uma pessoa muito importante, a Helô”, comentou.

 

Para o diretor-presidente em exercício da Fundação de Cultura, José Antônio Garcia, Tanabi, a abertura foi uma mostra do que está reservado para os próximos dias. “Estamos começando a folia de 2015 com bastante alegria, muita animação, muita segurança e com a presença deste povo animado. A expectativa é grande para ver os blocos, as escolas, com um clima de que este ano, teremos o melhor carnaval dos últimos tempos”, afirmou.

 

O bloco desfilou pela Passarela do Samba com a animação que marca o carnaval corumbaense. O turista José Carlos Pereira, veio de São Paulo para curtir a festa e gostou do que viu. “Tenho alguns amigos que vieram no ano retrasado e sempre me convidam para participar desta maravilhosa festa. Este ano me programei e aqui estou para curtir cada momento desta folia”.

 

Bloco

 

Criado em 2006, o bloco a princípio contava apenas com servidores municipais. Foi uma forma de brincar com uma das lendas mais fortes do Pantanal sul-mato-grossense, as sandálias do Frei Mariano que, acusado de não pagar o relógio da igreja que acabara de construir, em 1887, vingou-se rogando uma praga contra os moradores de Corumbá.

 

E a festa tem sequência esta noite com o bloco os Fusqueiros, às 20 horas, além da descida dos Blocos de Sujo, Chupeta, e o Desfile de Fantasia no Corumbaense Futebol Clube, a partir das 20 horas, com a presença da Corte de Momo (adulta e mirim).

 

Na sexta-feira, 13, quem toma conta da Passarela do Samba são os blocos de sujos, com destaque para o Cibalena que arrasta uma verdadeira multidão. A estimativa é que mais de 20 mil pessoas participem do bloco este ano.

 

Nesta mesma noite, na estrutura montada na Praça Generoso Ponce, acontece a abertura dos shows populares. E a grande atração será o Rio Samba Show, do Rio de Janeiro, a partir das 22 horas.

 

No sábado de carnaval, 14, a Prefeitura programou folia no Distrito de Albuquerque com o baile infantil às 16 horas e o show-baile a partir das 20 horas, no Centro Comunitário.

 

Neste mesmo dia, a partir das 20h30, acontece o desfile dos blocos oficiais na Passarela do Samba: Flor de Abacate; Oliveira Somos Nós; Os Intocáveis; Bloco Arthur Marinho; Afro Samba Reggae (Antigo Olodum); Praia, Bola e Cerveja; Vitória Régia; Bola Preta; Nação Zumbi; Águia da Vila, e Clube dos Sem. Já na madrugada de domingo, show local na Generoso Ponce.

 

O domingo, 15, começa com o bloco Afoxé Muzenza Pantaneiro descendo a avenida, às 19 horas. Nesta mesma noite, a partir das 20h30, desfile das escolas de samba do segundo grupo: Caprichosos de Corumbá; Estação Primeira do Pantanal; Unidos da Major Gama, e Imperatriz Corumbaense. A Marquês de Sapucaí encerra a primeira noite e sua apresentação é válida pelo grupo especial. A noite terá ainda show local na Generoso Ponce, a partir das 03 horas.

 

A segunda-feira, 16, reserva o desfile das escolas de samba do primeiro grupo. A partir das 20h30 passam pela Passarela do Samba a Mocidade Independente da Nova Corumbá; Império do Morro; A Pesada; Acadêmicos do Pantanal, e Vila Mamona. Na praça, show local a partir das 03 horas da manhã de terça.

 

E, para reviver o passado, a última noite do carnaval corumbaense, terça-feira, 17, terá o brilho do Desfile Cultural na Passarela do Samba. A partir das 20 horas, desfilam os Bonecões, a Corte de Momo, Corso (carros antigos), os Fuscas, Ala das Pastoras, Ala dos Marinheiros, Bloco do Frevo, e os Cordões Carnavalescos: Cinelândia, Cravo Vermelho, Flor de Corumbá e Paraíso dos Foliões. O encerramento será com o Bloco dos Palhaços.

 

Já no palco da Generoso Ponce, um show nacional com Gaby Amarantos, a partir das 23 horas. E a folia promete seguir até o amanhecer da quarta-feira de cinzas com mais dois shows com bandas locais.

 

E, na quarta-feira, 18, na Passarela do Samba, a partir das 16 horas, apuração do desfile de Cordões Carnavalescos, dos Blocos Oficiais e das Escolas de Samba do primeiro e segundo grupo.