A Pesada vem em busca do tri com saudosismo de brincadeiras infantis

Um enredo com tema que já se tornou tradição dentro da escola de samba A Pesada. Com o saudosismo da infância, a agremiação que é a atual campeão do carnaval de Corumbá promete transformar a passarela do samba num grande espaço de brincadeira ao recordar formas tradicionais e modernas com as quais a criançada se divertiu ao longo dos tempos.

 

Por isso, o enredo “De Casimiro de Abreu a Ataulfo Alves: saudade da minha infância querida, aurora da minha vida. Eu era feliz e não sabia” traz um apelo grande com a escola que decidiu desfilar mais cedo (3º da segunda-feira, 16 de fevereiro) para que o público infantil possa assistir ao desfile na companhia dos pais.

 

“Como somos campeões poderíamos escolher em qual posição desfilar e preferimos não sermos a última como de costume acontece com os vencedores do ano seguinte. E isso para que as crianças possam prestigiar nosso desfile”, contou o carnavalesco Manoelzinho.

 

Ele, que coordena os trabalhos no barracão, comenta que a escola preferiu inverter a ordem cronológica. Ao invés de iniciar no passado, com brincadeiras tradicionais, a agremiação vai de início mostrar o contemporâneo, ou seja, como a molecada de hoje se vira para se divertir com aparelhos eletrônicos.

 

“A gente está fazendo um enredo saudosista porque começaremos o desfile na era atual com muitos brinquedos eletrônicos, por exemplo, tablet e celulares que as crianças já nascem praticamente mexendo com esses aparelhos. Daí, vamos relembrando as brincadeiras antigas”, comentou.

 

O carnavalesco aposta na garra de uma comunidade participativa para fazer o diferencial na avenida. De acordo com ele, A Pesada é uma das raras escolas dentro da cidade que possui essa característica.

 

“Eu acredito muito na organização que a Pesada tem. É uma coisa que eu não vi em outras escolas onde passei, não desmerecendo as demais. Aqui, temos comunidade que participa de promoções, de alas coreografadas, de trabalho no barracão voluntariamente”, comentou ao afirmar o desfile da Pesada vem para a conquista do tricampeonato.

 

“O título pode até sair, mas vai ser bem difícil porque, desde agosto, estamos muito dedicados fazendo tudo dentro do regulamento da Liga (das Escolas de Samba de Corumbá). Alas bonitas, carros e coisas ricas as outras escolas também têm, mas se não fizer a diferença não ganha o campeonato. Não adianta vencer e não agradar o público”, falou ao prometer um desfile que vai encantar foliões de todas as idades.

 

Manoelzinho garantiu ainda que os carros alegóricos da escola serão uma atração à parte, porém fez mistério sobre efeitos e demais elementos que somarão ao desfile da escola que irá para a passarela do samba com cerca de 1300 componentes, dos quais 150 somente na bateria, cujo som vibrante é uma das suas marcas principais.

 

 

 

GRES A Pesada

 

Fundação: 01/10/1970

Presidente: Ney Colombo

Cores: azul, amarelo, rosa e branco

Carnavalescos: Manoelzinho

Enredo: “De Casimiro de Abreu a Ataulfo Alves: saudade da minha infância querida, aurora da minha vida. Eu era feliz e não sabia”

Samba-enredo: “De Casimiro de Abreu a Ataulfo Alves: saudade da minha infância querida, aurora da minha vida. Eu era feliz e não sabia”

Compositor: Paulo César Uig

Intérprete: Anderson Bala 

Número de componentes: 1300

Número de alas: 20

Número de carros alegóricos: 06

Componentes da bateria: 150

Porta-bandeira: Ana Paula

Mestre-sala: Hélinho

Rainha da bateria: Samya Cristine

Mestre de bateria: Shynho

Colocação 2014: 1ª do Grupo Especial, com 179 pontos

Ordem de desfile em 2015: 3ª a desfilar na segunda-feira, 16 de fevereiro.

Informações: (67) 9695-3340