Prefeitura recupera estrada e agiliza escoamento de alimentos produzidos no Taquaral

Desde dezembro de 2014, a Prefeitura de Corumbá está recuperando as principais estradas do Assentamento Taquaral. Quatro caminhões caçamba, um rolo compressor, uma motoniveladora e uma pá carregadeira estão sendo utilizados na região, aproveitando a estiagem deste início de ano.

 

O trabalho coordenado pela Secretaria de Infraestrutura e Serviços Públicos está facilitando o tráfego dos ônibus que atendem os moradores da região, bem como o escoamento dos produtos alimentícios até a cidade.

 

“É a primeira vez que tem máquina mexendo na estrada aqui em frente de casa”, contou Heráclito da Silva Moura, 61 anos, 20 dos quais vivendo e trabalhando na Agrovila III. “Ver isso acontecendo aqui já não era nem uma esperança. Era um sonho mesmo”, continuou o pequeno produtor, dono de algumas vacas leiteiras e fabricante artesanal de queijo.

 

Semanalmente, Geraldo, como Heráclito é popularmente conhecido na Agrovila, vem para a zona urbana e vende cerca de 30 queijos. “Mas nesta época de chuva é sofrido. A moto não passa de jeito nenhum porque a água corre com força na estrada”. Com a recuperação da via, a implantação de várias manilhas e a recuperação de antigas tubulações, esse problema tende a acabar.

 

“Passei 10 anos longe da minha família para poder sustentá-los. Neste tempo, nunca encontrei um lugar para favorecer gente fraca (humilde) que nem Corumbá. Não tenho intenção de sair daqui nunca mais”, afirmou Seo Geraldo, que já se considera, como ele próprio definiu, um “corumbaense de coração”.

 

Ainda neste mês de janeiro, a Prefeitura também vai começar a recuperação das estradas dos assentamentos Tamarineiro, Paiolzinho e Jacadigo. Inicialmente, a ação vai atender as vias onde trafegam o transporte coletivo e as linhas escolares. Somente em 2014, já foram recuperados mais de 300 quilômetros de estradas vicinais da zona rural de Corumbá.

 

Por orientação do prefeito Paulo Duarte, a Secretaria de Infraestrutura e Serviços Públicos mantém uma equipe permanente trabalhando nestas regiões. Além da recuperação das estradas, a implantação de novas tubulações e o conserto de outras mais antigas são serviços importantes para evitar transbordamento de água nestes córregos secos, o que acabava deixando produtores ilhados.