Novo centro de educação vai atender crianças de três regiões da parte alta

Inaugurado na manhã desta segunda-feira, 15, o moderno Centro de Educação Infantil Professora Eunice Ajala Rocha, que vai atender crianças dos conjuntos Vitória Régia e Camalote, além de parte do Bairro Cristo Redentor. O prédio conta com 1.230 metros quadrados de área construída e vai substituir a extensão da Escola Municipal Fernando de Barros, que funciona em uma estrutura localizada na Rua Cáceres, dentro do conjunto Vitória Régia.

 

O Centro de Educação Infantil atenderá no ano letivo de 2015 196 crianças, sendo 96 crianças de zero a três anos nos níveis I, II e III, e outras 100 crianças de quatro a cinco anos na pré-escola, propiciando situações que envolvam o educar e o cuidar de forma integrada, e que possam contribuir para o desenvolvimento das capacidades infantis de relações interpessoais, de ser e estar com os outros em uma atitude básica de aceitação, respeito e confiança. Vai também permitir o acesso, pelas crianças, aos primeiros conhecimentos da realidade social e cultural.

 

“O desenvolvimento integral depende tanto dos cuidados relacionais que envolvem a dimensão afetiva e dos cuidados com os aspectos biológicos do corpo, como a qualidade da alimentação e os cuidados com a saúde, quanto da forma como esses cuidados são oferecidos e das oportunidades de acesso a conhecimentos variados”, é isto que faremos aqui, como temos feito em outras unidades de ensino de Corumbá, explicou a secretária de Educação, Roseane Limoeiro.

 

O novo Centro de Educação Infantil está localizado na rua Paraná, lote 52, bairro Vitória Régia. Conta com 08 salas de aula equipadas e preparadas para atender as crianças de 0 a 5 anos, sala de informática, sala de leitura, refeitório e uma ampla área de lazer, respeitando os espaços previstos pelo Programa Proinfância, atendendo dessa forma a Lei 12.796 que altera a LDB 9394/96.

 

No local foram investidos 1.327.075,62 de recursos do Governo Federal, com recursos do Ministério da Educação, via Fundo Nacional de Desenvolvido da Educação (Fundeb), e R$ 652.661,37 da Prefeitura Municipal de Corumbá, totalizando R$ 1.979.736,99. O CEI integra o Programa Nacional de Reestruturação e Aquisição de Equipamentos para a Rede Escolar Pública de Educação Infantil (ProInfância).

 

Junto com o prédio a Prefeitura entregou também a climatização que faz parte do Projeto Bons Ventos, idealizado e implantando na gestão do porefeito Paulo Duarte a partir de 2013, cuja proposta é climatizar 100% das escolas da Rede Municipal de Ensino, na zona urbana e rural.

 

Esta foi a 19ª unidade da Reme climatizada. No local foram implantados 11 aparelhos de ar condicionado de 18.000 BTUS, e um de 12.000 BTUS, atendendo as salas de aula e administrativas. “É a climatização sendo desenvolvida na rede, cumprindo-se o compromisso do prefeito Paulo Duarte com a comunidade corumbaense”, celebrou Roseane.

 

O ato foi bastante concorrido e marcou também uma homenagem a saudosa professora Eunice, inesquecível educadora que era membro da Academia de Literatura e Estudos de Corumbá e membro da Associação dos Poetas e Escritores de Corumbá, sendo autora de inúmeras poesias, inclusive com algumas publicadas no livro da professora Ângela Maria Pérez e de poemas que fazem parte do livro “Vates do Pantanal”.

 

Eunice foi secretária de Educação e Cultura do Município da primeira gestão do prefeito Fadah Scaff Gattass, exercendo com eficácia sua gestão. Membro da Academia Corumbaense de Letras, com seu olhar profundo e reflexivo sob a educação e cultura, deixou seu exemplo de coragem e cidadania.

 

Roseane lembra que ela “buscava a preservação da cultura e meio ambiente como fatores primordiais para o desenvolvimento da humanidade”. Cita ainda que Eunice deixou vários trabalhos publicados. Recebeu muitos títulos como diploma da Ordem dos Bandeirantes, reconhecida de utilidade pública pelo Governo de Minas Gerais, pela lei n° 6280 de 20 de março de 1974. O título foi por serviços prestados a comunidade no campo da pesquisa histórica.

 

“Ser professora foi uma profissão que sempre a seduziu, com sua coragem e determinação colocava seus saberes em prática ministrando palestras e conferências. Tanto para a família como para nós, ficou o orgulho de viver ao lado dela, a saudade, e a missão de dar continuidade ao seu trabalho”, destacou Roseane.