Corumbá realiza segundo seminário do Pacto Nacional de Alfabetização

O Pacto Nacional de Alfabetização na Idade Certa está sendo debatido desde a noite da quarta-feira, 03, em Corumbá, no II Seminário do PNAIC, uma realização da Prefeitura Municipal, por meio da Secretaria de Educação. O evento foi aberto na Escola Municipal Fernando de Barros e conta com a participação de cerca de 215 professores do ciclo de alfabetização – 1ª a 3ª séries, em parceria com as escolas estaduais.

 

Ontem foram apresentados 38 trabalhos divididos por eixos temáticos de acordo com  as experiências dos professores e, nesta quinta-feira, 04, o evento tem continuidade na Escola Municipal Izabel Correa de Oliveira, a partir das 18 horas, com duas palestras com professoras da Universidade Federal de Mato Grosso do Sul (Aquidauana).

 

A primeira palestra será sobre “Vivências e Práticas na Alfabetização Matemática”, a cargo da professora Susilene Garcia Oliveira, e “Práticas Pedagógicas”, com a professora Franchys Marizethe Nascimento Santana.

 

Segundo a secretária de Educação de Corumbá, Roeane Limoeiro, o seminário, que se encerra esta noite, está permitindo “momentos de estudo, diálogo, reflexão e organização de uma prática pedagógica que privilegie a apropriação do conhecimento de alfabetizar legtrando a escrita e a matemática”.

 

Ela lembra que o Pacto Nacional de Alfabetização na Idade Certa é um compromisso assumido pelo prefeito Paulo Duarte para assegurar que todas as crianças estejam alfabetizadas até os oito na os de idade, no final do 3º ano do ensino fundamental.

 

Ao aderir ao Pacto, a Prefeitura, por meio da Secretaria de Educação, investiu na formação dos orientadores com curso específico com djuração de 200 horas por ano, ministrado pela Universidade Federal. Essa ação aprimorou a formação continuada de 179 professores alfabetizadores, que receberam materiais didáticos, obras literárias e de material de apoio pedagógico.

 

A formação também é assistida por uma Coordenação Municipal, que é responsável pela implementação e monitoramento das ações na rede e no SisPacto, um sistema de monitoramento disponibilizado pelo Ministério da educação, destinado a acompanhar e apoiar as redes, garantindo a sua implementação nas diferentes etapas do Pacto.

 

“Dentro dessa perspectiva, o professor alfabetizador tem a importante função de auxiliar as crianças na formação, visando o bom exercício da cidadania que é, sem dúvida, uma das prioridades de Corumbá”, concluiu Roseane.