Corrida Rústica da Marinha reuniu mais de 500 atletas em Ladário

Promovida pelo 6º Distrito Naval, a Corrida Rústica em Comemoração ao Dia do Marinheiro reuniu mais de 500 atletas amadores. A prova foi realizada na manhã deste domingo, 7 de dezembro, em Ladário. A largada e a chegada ocorreram na frente do Pórtico do 6º DN, um dos cartões postais mais famosos da região pantaneira.

 

“O 13 de dezembro, Dia do Marinheiro, é uma data muito importante para a Marinha do Brasil e todos os anos fazemos questão de comemorar este dia, principalmente aqui na fronteira oeste do nosso Brasil, onde a Marinha está desde 1873”, comentou o comandante do 6º DN, contra-almirante Edervado Teixeira Abreu Filho, destacando que as Forças Armadas tem cumprido bem mais que seu papel institucional.

 

“Estamos aqui guardando nossa fronteira, mantendo nossa soberania, mas também com uma participação ativa em Corumbá e Ladário. Nestes últimos dois anos que estou aqui, temos feito muitas ações em parcerias com os dois municípios. E esta corrida é mais uma dessas ações, importante porque integra militares e civis. Como costumo dizer, a Marinha não é de quem usa farda. A Marinha é de todo o povo brasileiro”, completou.

 

A Corrida Rústica também teve a participação de cinco pelotões, incluindo o da Guarda Municipal de Corumbá, estreante na competição. “Participar desta corrida faz parte da política de integração trabalhada pelo prefeito Paulo Duarte. Nossa Guarda vem se preparando para se integrar às forças de segurança da região, graças aos investimentos do Governo Federal e a contrapartida da Prefeitura”, disse o secretário de Governo, Marcio Cavasana.

 

Cavasana correu todo o percurso, de aproximadamente 8 quilômetros, junto com os 21 guardas municipais. “Todos largamos juntos e, da mesma forma, cruzamos a linha de chegada lado a lado e sem deixar ninguém para traz”, comemorou o secretário. Para o comandante da Guarda, Danilo Vargas Júnior, a presença da GM na prova também é uma forma de aproximar a instituição, uma das mais antigas do País, com a Marinha.

 

“Estamos cada vez mais próximos das Forças Armadas, no sentido de aprender com eles e fazer nosso serviço com mais qualidade”, pontuou, lembrando que em junho a Guarda também marcou presença na competição de tiro ao alvo promovida pelo Exército, onde alcançou o quarto lugar na disputa.

 

Na categoria pelotão, o Grupamento de Fuzileiros Navais terminou em primeiro com o tempo de 34’54. A Armada Boliviana ficou em segunda e o 17º Batalhão de Fronteira em terceiro. A GM de Corumbá veio em seguida. No masculino geral, o campeão foi Marcos Francisco Pereira, o Baianinho, com o tempo de 28 minutos e 46 segundos. Omar Huanyaga e José Quintana, ambos da Bolívia, completaram o pódio em segundo e terceiro, respectivamente.

 

No feminino, Kimberling dos Santos ocupou o lugar mais alto do pódio, seguida por Maria Luciane Rondon e Silvia Baruki. Os vencedores nas faixas etárias também foram premiados pelo 6º Distrito Naval, que ainda na tarde do domingo, realizou no Porto Geral de Corumbá uma simulação de guerra.