Concurso de presépio incentivou artesãos e premiou preferidos do público

Com quase 700 votos válidos, o VI Concurso de Presépios promovido pela Prefeitura, por meio da Fundação de Cultura de Corumbá, conheceu o vencedor na noite deste domingo, 21 de dezembro. Os trabalhos artesanais ficaram em exposição para o voto popular durante uma semana.

 

Treze representações do momento do Nascimento do Menino Jesus competiram com diferentes técnicas e materiais, mostrando a qualidade e diversidade do artesanato corumbaense. Com muita criatividade, cada artesão imprimiu sua marca naquela que é considerada a mais importante passagem cristã.

 

Madeira, crochê, barro, EVA, isopor e até mesmo materiais recicláveis como coadores de café foram utilizados para compor os presépios que concorriam ao prêmio de R$ 1 mil para o mais votado pelo público que visitou o Jardim do Natal, este ano, montado na praça Generoso Ponce.

 

Com as maiores peças expostas, o presépio talhado em madeira pelo artesão corumbaense Lídio Sampaio recebeu 102 votos e ficou na terceira colocação. Com isso, o artesão conhecido por seu trabalho com a madeira, recebeu R$ 400 como premiação.

 

O segundo lugar ficou com o presépio de número 04, da artesão Marizete Duarte de Sá, que confeccionou todas os personagens da representação bíblica usando o crochê. Ela conquistou 143 votos e a premiação de R$ 600.

 

Usando cabaças, frutos de uma típica planta local, a artesã Maria Mercedes de Oliveira Marinho foi a que conseguiu obter o maior número de votos válidos, 148 no total, e o título de campeã do Concurso de Presépios deste ano. Ainda surpresa com o resultado, a artesão dedicou a vitória a ex-diretora-presidente da Fundação de Cultura, Heloísa Urt, falecida no ano de 2011.

 

“Ela sempre pedia para eu participar do concurso só que nunca me inscrevi. Esse ano, resolvi entrar na disputa e, sinceramente, não achei que iria ganhar, mas estou muito feliz por ter agradado o público, o que acaba sendo um reconhecimento do nosso trabalho”, disse Maria Mercedes que trabalha com o artesanato há mais de 30 anos.

 

Para a vice-prefeita e diretora-presidente da Fundação de Cultura de Corumbá, Márcia Rolon, o concurso já se tornou uma tradição na cidade, motivando a produção artesanal e também a apreciação da população, já que considera o voto popular como critério de avaliação.

 

“A participação das pessoas foi muito boa porque foi apenas uma semana de votação com quatro horas por dia e, mesmo assim, tivemos quase 700 votos válidos. A criatividade e a delicadeza prevaleceram nas peças colocadas em exposição,mostrando que nosso artesanato tem qualidade”, declarou.

 

Além da exposição de presépios, o Jardim de Natal também contou com a presença especial do Papai Noel, que foi um dos pontos mais visitados do Circuito Natalino de Corumbá este ano. Por noite, centenas de crianças e suas famílias procuraram o Bom Velhinho para fazer os pedidos de presente da noite de Natal, porém algumas como o Kelvin Geovane tiveram a chance da ganhar antecipadamente o objeto de desejo antecipadamente.

 

O pequeno, com nove anos de idade, recebeu das mãos do Papai Noel o X BOX, vídeo game tão sonhado, na presença da mãe Kelly Tatiane Rondon Veterano e da vovó Maria Duarte Martins.

 

As cantatas foram encerradas neste domingo, 21, porém a decoração natalina permanece até 06 de janeiro, Dia de Reis, quando, segundo a tradição, os enfeites devem ser desmontados.