Ação oferece descontos de até 85% na renegociação de dívidas bancárias

A Campanha Municipal de Renegociação de Dívidas para atender famílias de baixa renda com dívidas junto às instituições bancárias locais começa na próxima segunda-feira, 15 de dezembro, e pode atingir descontos de até 85% do valor devido. A ação faz parte de uma proposta da Prefeitura de Corumbá, encaminhada pela Gerência de Proteção e Defesa do Consumidor de Corumbá (Procon), atendendo uma solicitação do Prefeito Paulo Duarte. Ela vai até o dia 30 dezembro e teve a adesão do Banco do Brasil, Caixa Econômica Federal e do Bradesco.

 

“Essas instituições bancárias firmaram um Termo de Compromisso para oferecer um abatimento diferenciado para o cliente de Corumbá. São condições especiais, não concedidas usualmente.”, destacou o gerente do Procon, Alexandre do Carmo Taques Vasconcellos. “É uma iniciativa inédita na região. É a oportunidade do consumidor que tem uma dívida e quer renegociá-la com a ajuda do 13º salário, por exemplo”, complementou.

 

E para facilitar ainda mais as negociações, as instituições bancárias destacaram funcionários específicos para a Campanha de Renegociação de Dívidas. “Desta forma, a pessoa já vai até a agência sabendo quem ela deve procurar”, enfatizou o gerente do Procon, instituição ligada à Prefeitura de Corumbá, por meio da Secretaria Municipal de Assistência Social e Cidadania.

 

No Bradesco, foram designadas para o serviço, a gerente-geral Lenis Souza Araújo e a gerente-comercial Talita Trindade de Oliveira. Os descontos serão concedidos conforme a carteira de crédito envolvida e a quantidade de dias em atraso, variando de 5% (valor parcelado) a 80% (pagamento à vista). Estas condições serão aplicadas apenas para contratos que não foram ajuizadas e não possuam garantias reais.

 

A Caixa Econômica Federal, inclusive, estendeu seu horário de funcionamento durante o período. Entre 15 e 30 de dezembro, a agência localizada à rua Cuiabá, nº 1.388, funcionará das 9h às 17 horas. O banco vai oferecer descontos de até 85% sobre o valor do crédito em atraso. A medida abrange contratos comerciais (exceto cartão de crédito) e habitacionais inadimplentes a partir de 60 dias de atraso. Os correntistas devem procurar os gerentes Nildes Proença, Alex Veiga, Jonas Vaz ou Nilson Osvaldo para negociação.

 

O Banco do Brasil, por sua vez, disponibilizou aos seus clientes três opções: renegociação sem abatimento negocial (pagamento à vista); renegociação com abatimento negocial (pagamento à vista, com possibilidade de descontos de até 70% do valor da dívida); e renegociação à prazo (entrada obrigatória mínima de 20% da dívida). O banco ressalta que cada caso terá que ser verificado individualmente, havendo necessidade de análise da operação, cadastro e capacidade de pagamento.

 

No período da Campanha Municipal de Renegociação de Dívidas, o BB ainda fará atendimento especial para renegociação e renovação de empréstimos. Será disponibilizado também um pré-atendimento com coleta de dados, contato por telefone no prazo máximo de 24 horas e agendamento do retorno para o fechamento da negociação e assinatura de documentos.