Programa Negócio Legal discute acesso a créditos com empreendedores

A terceira etapa do programa Negócio Legal foi realizada na manhã dessa terça-feira, 07, na sede do Sebrae. O foco desta edição foi “acesso ao crédito”, que orientou os microempreendedores individuais (MEIs) nas áreas de planejamento financeiro, técnicas de vendas e qualidade no atendimento ao cliente. O encontro foi realizado pela Prefeitura de Corumbá, por meio da secretaria de Indústria e Comércio.

 

Em parceria com o Sebrae e Associação Comercial e Empresarial de Corumbá, a atividade ensinou como elaborar o controle diário de entradas e saídas do seu negocio, além de facilitar o relacionamento entre os empreendedores e as instituições bancárias no acesso ao microcrédito.

 

Para a micro empreendedora individual, Silvana Gonçalves, receber essa capacitação permitiu um esclarecimento maior sobre como utilizar o crédito de forma compatível com a real necessidade de seus negócios. “Eu não fazia a menor diferença entre o meu dinheiro e o da minha microempresa. Tenho tudo junto numa única conta”, comentou a MEI, proprietária de um bar na cidade.

 

“Estou saindo daqui sabendo da possibilidade de abrir uma conta no nome da minha empresa, conhecendo os serviços de cada instituição e o que cada uma pode oferecer de melhor para o meu negócio”, observou.

 

De acordo com Raul Castelão, gerente de Fomento e Produção Industrial, durante a rodada de palestras, o microempreendedor saberá a melhor maneira de utilização do recurso que ele já possui em mãos. “É uma oportunidade também para trabalharmos o lado pessoal desse microempreendedor, para que ele seja motivado todos os dias, independente se esteja no azul ou no vermelho”, comentou Raul.

 

Durante o encontro, os microempreendedores individuais assistiram a uma palestra motivacional com o publicitário Paulo Brum, que abordou diversos temas como Qualidade de Vida, Motivação e qualidade no atendimento. “Focando sempre nas exigências do mercado, procuramos desenvolver, fortalecer e melhorar a percepção de valor das pessoas, diferenciando a “qualidade”, da “lucratividade”, comentou.

 

O terceiro Negócio Legal contou com a participação do Sicredi, Bradesco, Banco do Brasil, Santander, Caixa e Banco da Gente além de palestra sobre crédito ministrada pelo Sebrae.