Prefeitura melhora condições das estradas no Assentamento São Gabriel

Os pequenos produtores rurais do Assentamento São Gabriel, localizado às margens da BR 262, estão tendo bons motivos para comemorar. Problemas como falta de água e de estradas em condições de tráfego, estão ficando no passado. Hoje, grande parte das 300 famílias já está sendo abastecida pelos três poços artesianos perfurados na região e, a prefeitura, por uma determinação do prefeito Paulo Duarte, está recuperando as estradas vicinais, para facilitar escoamento dos produtos da agricultura familiar, bem como o transporte coletivo e dos estudantes.

 

A água ainda não está chegando para todas as famílias assentadas na área. Um dos poços, o primeiro perfurado estava desativado, devido a questões financeiras (despesas com energia), o que já está solucionado. Agora, o trabalho está concentrado na recuperação da rede de distribuição e, a partir de então, a água chegará a todos os sítios daquela localidade.

 

No Assentamento, por meio de uma parceria entre o Governo Federal e a Prefeitura, o Incra (Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária) perfurou três poços artesianos e fez a troca de 5.698,38 metros de rede distribuidora de água. O resultado isso é que, hoje, a maioria dos pequenos produtores rurais já conta com água potável.

 

Ainda tem uma parcela que não está sendo atendida. É que, devido a problemas com a empresa concessionária de energia, o poço se encontrava desativado. “Isto já foi solucionado. A conta foi paga e estamos trabalhando agora para que a rede distribuidora seja recuperada e todos possam ter água potável em seus sítios”, explicou Vera Lúcia Batista, 50 anos, presidente da Associação dos Pequenos Produtores Familiares do Assentamento São Gabriel.

 

Na tarde de segunda-feira, 06, apesar do sol forte e do intenso calor, Vera Lúcia foi para frente de seu sítio, comemorar outra conquista. “Além da água, estamos sendo beneficiados agora com esta obra, a recuperação das estradas. Aqui mais parecia um ‘caminho de vaca’. Agora, está bem diferente, em condições de atender o produtor”, disse.

 

A presidente da associação se referia justamente aos serviços iniciados pela Prefeitura há 15 dias, que é a abertura das estradas projetadas que, “antes não tinha condições de transitar”. Conforme ela, a partir destas obras, os produtores poderão contar com transporte coletivo, por exemplo, além de facilitar escoamento da produção.

 

“Deus me livre. Aqui era feio, era um ‘caminho de vaca’. Ônibus nunca passou, a gente tinha que andar até a rodovia. Agora não. Com esta estrada, teremos ônibus passando no interior do assentamento”, celebrou, lembrando que outro ganho é em relação às crianças, que terão transporte escolar dentro do São Gabriel.

 

Grande parte das crianças do São Gabriel estuda na Escola Municipal Rural Carlos Cárcano, no Assentamento Urucum. O transporte é feito pela Prefeitura, por meio da Secretaria de Educação. As péssimas condições em que as estradas se encontravam, dificultavam o acesso dos ônibus, inclusive com muitas quebras, conforme atestou a secretária de Educação, Roseane Limoeiro.

 

“Com as estradas recuperadas, os ônibus poderão circular com maior tranquilidade e os alunos terão maior conforto. Isto representa um a economia para o Município, já que um dos grandes problemas nosso eram as quebras de veículos, devido às condições em que as estradas se encontravam”, explicou Roseane.

 

Outro ganho, conforme explicou o secretário de Produção Rural, Pedro Lacerda, será em relação ao escoamento da produção. Para ele, com boas estradas, os agricultores familiares terão maior facilidade para transportar seus produtos até a área urbana de Corumbá, podendo assim, aumentar a renda familiar.

 

Decisão do prefeito

 

A recuperação das estradas vicinais no Assentamento São Gabriel foi uma decisão tomada pelo prefeito Paulo Duarte. “Preocupado com as condições em que elas se encontravam, o prefeito determinou que a gente executasse serviços emergenciais, recuperando as principais estradas, para melhorar as condições de tráfego no assentamento”, explicou o secretário de Infraestrutura e Serviços Públicos, Gerson da Costa Melo.

 

Segundo ela, nesta primeira etapa, os serviços estão concentrado nas linhas de ônibus para atender o transporte coletivo, o transporte escolar e escoamento da produção. Gerson e Pedro Lacerda lembram que a recuperação das estradas está a cargo do Incra, já que o assentamento não está emancipado. “Mesmo assim, o prefeito determinou a realização desses serviços”, explicou Lacerda.

 

Quem comemora esta decisão de Duarte são os assentados. “Em vista do que estava, isto aqui hoje é um asfalto”, definiu Ricardo Escobar Gama. 54 anos, um dos 300 pequenos produtores do São Gabriel. Outro que elogiou foi Satiro Gonçalves, 70 anos. Ele confidenciou que, em frente ao seu sítio, “ônibus não passava mais. Tinha que ir até a rodovia”. Agora, com maquinário passando em frente ao sítio, ele se mostra otimista. “Vai melhorar bastante para todos nós”.