Povo das Águas inicia atendimento na região do Taquari na quinta-feira

As 260 famílias ribeirinhas da região do médio Pantanal, no Taquari, serão atendidas a partir de quinta-feira, 30, pelo programa social Povo das Águas. Os trabalhos deveriam ter sido iniciados nesta segunda-feira, 27, mas sofreram atraso devido a denúncias infundadas na tentativa de dar conotação política a uma ação que é Lei Municipal e que atende ribeirinhos residentes em regiões de difícil acesso, privados de qualquer tipo de serviço público, como acontece normalmente nas regiões urbanas.

 

A atitude foi repudiada pelo prefeito Paulo Duarte. Conforme ele, estas pessoas “agiram de má-fé” e tentaram “enganar a Justiça Eleitoral que tem cumprido feito o seu papel com absoluta isenção e imparcialidade” denunciando um programa extremamente importante, que se tornou Lei Municipal

 

“Atitudes como esta, de má-fé, somente atrasaram o atendimento que ocorreria após as eleições. Esta edição no Taquari foi marcada para iniciar depois das eleições e estava sendo amplamente divulgada pela Imprensa, justamente para que as famílias tomassem conhecimento com antecedência, para que tivessem tempo de chagar aos portos onde ela acontece, já que residem distantes das margens do rio Taquari. O programa existe há vários anos e é feito às claras”, disse Duarte.

 

Novo cronograma

 

Na manhã desta segunda-feira, 27, a equipe da Prefeitura responsável pelo programa, refez o cronograma e o embarque para a região do Taquari acontece na quarta-feira, 29, às 20 horas, no Porto Limoeiro, com todo o material necessário para desenvolvimento dos trabalhos, inclusive as 260 cestas básicas que serão entregues às famílias cadastradas, como ocorre frequentemente nas três regiões onde a ação ocorre, além de outros materiais doados por empresas da cidade.

 

O atendimento começa na quinta-feira, 30, no Porto Santa Ana, na Colônia Cedro, das 08 às 13 horas. Na sexta-feira, 31, duas equipes vão atender os ribeirinhos da Colônia São Domingos, no Porto Figueira, e da Colônia do Bracinho, no Porto Sairú, das 08 às 13 horas.

 

No dia 1º de novembro, sábado, o atendimento estará concentrado no Porto Sagrado para os moradores da região da Colônia São Domingos, das 08 às 13 horas. Já no dia 02, domingo, a ação acontece no Porto Espora de Prata, no Buritizal, das 08 às 14 horas, para os ribeirinhos do Corixão, e também às comunidades do Rio Negro e da região do Cedrinho, das 08 às 14 horas, na própria embarcação do Povo das Águas.

 

O programa é coordenado pela Secretaria de Governo da Prefeitura e integra as secretarias municipais de Saúde, Educação, Produção Rural e de Assistência Social e Cidadania, além da Defesa Civil e da Fundação do Meio Ambiente.

 

Participam do programa médicos, dentistas, enfermeiras, vacinadoras, assistentes sociais, pedagogas, professoras, agentes comunitários de saúde, agentes de endemias, agentes de Defesa Civil, além de agentes ambientais do Município.

 

O Povo das Águas tem possibilitado à Prefeitura promover o desenvolvimento comunitário integrado e sustentável nas comunidades das regiões das águas, envolvendo todos os segmentos públicos, sociedade civil organizada e colaboradores para atendimento à população residente em áreas de difícil acesso, por meio de serviços de qualidade, como forma de minimizar as adversidades e proporcionando o exercício da cidadania.