Ônibus das linhas rurais terão espaços especiais para atender produtores

Em encontro com lideranças dos pequenos produtores rurais, uma equipe da Prefeitura Municipal de Corumbá apresentou nessa terça-feira, 07, as mudanças que ocorrerão no sistema de transporte coletivo na zona rural com a entrada em operação da Viação Cidade de Corumbá, a nova empresa de transporte coletivo urbano e rural do Município.

 

A reunião foi realizada na Secretaria de Produção Rural e contou com as presenças do secretário da pasta, Pedro Lacerda; da diretora-presidente da Agência Municipal de Trânsito e Transporte, Silvana Ricco, além dos representantes das associações que representam os  assentamentos Taquaral (Agrovila 1,2 e 3), Urucum, Tamarineiro 2, Jacadigo e São Gabriel.

 

Na oportunidade Silvana explicou aos produtores que os ônibus que atenderão as três linhas rurais, serão veículos em condições de atender com dignidade as famílias residentes nos assentamentos, mas com algumas adequações específicas para melhor atender essa população.

 

“Atendendo a uma solicitação do prefeito Paulo Duarte, a empresa irá atender a zona rural com ônibus novos, não aqueles ‘refugos’ que sempre estamos acostumados ver circulando. Os três ônibus e mais um de reserva, serão todos equipados com chassis mais alto e com um espaço na parte de trás do veículo para transportar mercadorias”, explicou Silvana.

 

O espaço será limitado, não devendo ser ultrapassado o que foi acordado com a empresa, para não colocar em risco a vida das pessoas que utilizam este meio de transporte. “A empresa foi bem clara quanto às novas regras de transporte. Alguns bancos serão retirados para que podermos criar um espaço específico para o transporte de mercadorias. Haverá um limite”, disse, lembrando que este limite ainda não foi informado pela direção da Viação Cidade Corumbá.

 

O secretário de Produção Rural, Pedro Lacerda, lembrou que as mudanças nas linhas rurais, fazem parte do contrato assinado entre a empresa e o Município, e que vem ao encontro do que os produtores desejavam e reclamavam muito.

 

“Muitas vezes eles vinham aqui reclamar que não tinham espaço para sentar, pois os bancos estavam sendo usados pelas mercadorias. Agora, com essa nova empresa, isso não irá acontecer mais com este espaço que será implantado n a parte traseira do ônibus. É bom salientar que serão permitidas pequenas quantidades. O transporte de toda a mercadoria, daquilo que for produzido no campo, deverá ocorrer por outro meio e, por isso mesmo, a Prefeitura está com equipes fazendo manutenção constante das estradas. Isso vai evitar riscos para os próprios produtores”, completou.

 

Adão Fernandes Santana, representante da Associação dos Produtores dos Assentamentos de Corumbá (APRAC) e morador no Taquaral, elogiou a tomada de decisão e disse que todos estão de parabéns pelas atitudes que estão sendo tomadas.

 

“Era essa a mudança que todos nós esperávamos. Precisava colocar ordem no nosso transporte, afinal, é um ônibus para transporte de pessoas e não de cargas como vinha acontecendo”, lembrou. “Agora com esse novo sistema, só será preciso conscientizar as pessoas para a utilização correta dos ônibus e mostrar pra elas que precisam transportar a carga mais pesada e de maior quantidade, de outra maneira, não junto com a gente dentro do ônibus”, finalizou.