Concertos didáticos agregam na formação de alunos da Academia de Música

Não são apenas os estudos de teoria e prática que fazem a formação de um músico. O contato constante com o público também é parte importante dentro da vivência musical, pois a arte tem como um dos seus propósitos alcançar o público.

 

Por isso, alunos da Academia de Música Manoel Florêncio, mantida pela Prefeitura Municipal por meio da Fundação de Cultura de Corumbá, já iniciam esse contato desde cedo ao realizarem uma série de concertos didáticos em várias escolas de Corumbá e Ladário. As apresentações começaram neste mês de outubro e percorrem unidades de Educação públicas e particulares.

 

Na avaliação de Roberto Vinicius Oliveira, professor da Academia de Música Manoel Florêncio, esse contato traz benefícios não apenas para os estudantes da música, mas a todos que podem desfrutar desses momentos.

 

“A proposta da Academia é formar músicas e, pela música, formar pessoas. Além de nossos alunos terem oportunidade de estar em contato com a plateia, é um modo de fazermos circular os bens culturais que temos na Academia. Despertar o gosto pelos alunos das escolas pela música e, quem sabe, agregá-los na Academia no próximo ano”, disse o professor.

 

Atualmente, a Academia possui 190 alunos que frequentam as aulas nos períodos matutino e vespertino, tendo diversas disciplinas na grade curricular musical, incluindo desde o contato com vários instrumentos até o desenvolvimento de técnicas vocais.

 

“Teoria musical, divisão rítmica, percepção musical, práticas de instrumento, sem esquecer o canto. Com ele desenvolvemos também a percepção musical, o senso de equipe, valores não apenas na música, mas que o aluno leva para a vida”, comentou Roberto.

 

Na série de concertos didáticos, alunos de diversas faixas etárias se apresentam num mesmo espaço, provando que a música não tem idade para ser aprendida e tampouco barreira, pois Robson Barbosa Leite, com apenas seis meses de aula e uma deficiência visual, é um dos mais aplicados alunos da Academia.

 

“Estamos de braços abertos para receber aqueles que querem fazer da música um instrumento de transformação social. Nós estamos formando pessoas com sensibilidade e capazes de encarar a vida de um outro modo”, explicou o professor Roberto.

 

Para quem quiser conhecer mais sobre o trabalho da Academia de Música Manoel Florêncio, a sede fica localizada na Avenida General Rondon, 437, próximo à escola municipal Luiz Feitosa Rodrigues, Centro. O telefone para contato é (67) 3232-5028.