Sesc tem programação especial para comemorar os 236 anos de Corumbá

O SEC Corumbá está com uma programação especial para comemorar os 236 anos de fundação da cidade. Em parceria com a Prefeitura, a instituição, durante todo este mês de setembro, está disponibilizando diversas atrações culturais ao público, como artes visuais, música, literatura, teatro, além das exibições de cinema que já aconteceu normalmente todas as terças e quintas-feiras.

 

Neste final de semana, por exemplo, tem uma programação musical especial. No sábado, 13, acontece o Sesc Partituras com o espetáculo “Quarteto de Cordas Danzi” , que traz um duo de violinos e piano e de flauta e piano do Moinho Cultural. No domingo, 14, o Sonora Brasil com o “Octeto do Polyphonia Khoros, um grupo coral da cidade de Florianópolis (SC) com um repertório eclético, com ênfase na música do século 20 e 21. Os espetáculos acontecem a partir das 20 horas.

 

Para o dia 25 de setembro, às 19h30, a programação prevê o “Café Literário”, com a Apec (Associação de Poetas e Escritores de Corumbá), reunindo os escritores Gerson Moraes, Valber Vasconcelos, Jamil Canavarros, Balbino G. de Oliveira, Deiny Taceo Rejalla, Dionel Soares e J. L. Ramos, com leitura de textos e declamação de poesias.

 

Já no dia 28 de setembro, às 20 horas, uma peça teatral: “Menu de Heróis”. Trata-se de uma apresentação do circuito especial do Palco Giratório, que faz uma homenagem aos profissionais que contribuíram para o desenvolvimento das artes cênicas no Brasil.

 

Na parte de cinema o Cinesesc preparou uma programação especial sobre a revolução do Expressionismo Alemão, todas as terças e quintas-feiras, às 19h30, no auditório. No dia 16 será exibida “A última gargalhada”; dia 18, “Fausto”; dia 23, “O homem que ri”; dia 25, “O gabinete do DR. Caligari”,e dia 30, “Metrópolis”.

 

Nas artes visuais, já está acontecendo a exposição “Bela Corumbá” das 08 às 18 horas, com obras de artistas que expõem olhar sobre Corumbá e sua completude – espaços urbanos, patrimônio cultural, sua gente e seus costumes, o pantanal e a área rural do território corumbaense.