No Pantanal, menino localiza avô graças ao Programa Povo das Águas

Na última expedição do Programa Social Povo das Águas, realizada entre os dias 24 e 28 de agosto na parte mais alta do Pantanal corumbaense, uma situação diferente, e comovente, chamou a atenção da equipe da Prefeitura.

 

Durante a ação realizada na região do Rio Piquiri, já na divisa com o município de Coxim, um dos alunos da Extensão Santa Mônica reconheceu o avô que não via há anos.

 

“Como foi a primeira vez que atendemos naquela localidade, passamos o documentário do Programa Social para a comunidade, como forma de conhecerem melhor nosso trabalho e os profissionais que estão ali. Ao final do filme, um dos alunos veio até mim e contou que viu o avô dando um depoimento na filmagem”, descreveu Elisama Cabalhero, coordenadora da ação.

 

O jovem Edilson não tinha notícias do parente desde quando a mãe se separou do pai e deixou a região do Taquari para viver no Paiaguás. “Ele disse que estava com saudades do avô e da família. Sugeri que ele escrevesse uma carta e ele topou na hora. A correspondência será entregue em mãos no mês que vem, quando vamos retornar à região do Taquari para mais um atendimento”, completou Elisama.

 

Além da carta, Seo Arlindo, morador da região da Colônia São Domingos, também vai receber uma fotografia do neto e toda sua família.

 

Região do Piquiri

 

Esta foi a primeira vez que a equipe do Povo das Águas atendeu na sede da Escola Municipal Rural Polo Porto Esperança – Extensão Fazenda Santa Mônica. A unidade escolar fica distante 180 quilômetros da área urbana de Corumbá.

 

Para chegar ao local, os profissionais saíram da barra do São Lourenço em uma pequena embarcação cedida por uma ONG que administra a fazenda do Acurizal, uma Reserva Particular de Patrimônio Natural (RPPN), onde embarcaram em um avião, com destino à fazenda.

 

O atendimento na Extensão Santa Mônica foi realizado pelo médico Antônio Juliano de Barros, pelo odontólogo Cláudio Junior Alencar, pela enfermeira Elisângela Lira Bonifácio, e pela vacinadora Rocilde Pessoa.

 

Foram 45 atendimentos médicos e 46 de enfermagem; 43 pacientes atendidos pelo dentista, com 138 procedimentos; 52 pessoas vacinadas (125 doses); 37 crianças pesadas (Bolsa Família); 03 mulheres atendidas com exames preventivos; e a entrega de 43 escovas de dentes. A Extensão Santa Mônica é administrada pelo município desde que o prédio foi construído pelo empresário e proprietário do local, Reginaldo Farias Santos.