Hora do Rango Delivery, mais um caso de sucesso do MEI em Corumbá

Criado em 2013 pela Prefeitura, o programa “Negócio Legal” já está rendendo bons frutos em Corumbá, contribuindo para que muitas pessoas deixem a informalidade, regularizando seus negócios e se tornando um Microempreendedor Individual (MEI).

 

O primeiro caso de sucesso detectado pela Prefeitura, por meio da Secretaria de Indústria e Comércio, que já está migrando para Microempresa foi o de Cirlene Brandão de Moraes, moradora na Rua Rio Grande do Sul, 34, na Popular Nova. Lá ela idealizou o “Kitut’s de Cirlene”, empreendimento que está crescendo cada vez mais na cidade.

 

O segundo caso de transformação identificado pela secretaria, foi o de Edna Taborga Coelho que, em 28 de fevereiro deste ano, saiu da informalidade e se tornou uma Microempreendedora Individual. Isto resultou em seu novo empreendimento, a “Pastelaria Real”, localizada na Rua América, 1298, que tem atraído um grande número de clientes a cada dia que passa.

 

E o terceiro caso de sucesso detectado esta semana, é o de Lucimeire Panovitch, que em 16 de junho se tornou uma Microempreendedora Individual com a “Hora do Rango Delivery”, que atende a população com lanches feitos na brasa, tendo como carro chefe o hambúrguer feito de ponta de costela.

 

A empresária Lucimeire Panovitch é professora de formação e trabalhou em escolas durante cinco anos. No passado se viu diante de vários problemas familiares, quando em uma conversa com Deus, lhe surgiu a ideia de trabalhar em casa.

 

“Eu costumo dizer que converso com Deus, porque rezar é muito sério e o que eu tenho com ele é literalmente uma conversa. Por isso quando estou precisando de orientações acabo sempre falando com ele e numa dessas conversas foi que tive a ideia de trabalhar em casa. Como sempre gostei de crianças e de cozinhar, deixei de cuidar dos filhos dos outros para cuidar da minha família e vender comida em casa”, revelou.

 

“Recebi muitas críticas das pessoas que não concordavam e diziam que isso não iria dar certo. Mais eu resolvi acreditar e conversei com a minha família e com meu filho, que entende de marketing, e ele resolveu me ajudar”, continuou.

 

“Depois de pensar em diversos nomes e trabalhar a ideia, no dia 06 de janeiro, lançamos oficialmente na rede social a ‘Hora do Rango Delivery’. A partir desse dia toda a família começou a trabalhar me ajudando na entrega de marmitas”, explicou.

 

Inovando

 

Lucimeire informou que continuou inovando. “Em uma conversa com meu filho, ele me disse que tinha uma lanchonete com vários tipos de recheio de sanduíches, como picanha, ponta de costela e outras carnes diferentes. Foi quando resolvi trabalhar em cima disso, e comecei a fazer vários testes, utilizando sempre a minha família como ‘cobaias’, pois sempre tive comigo que não podia lançar nada no mercado sem antes experimentar e ter certeza que aquilo era bom”.

 

Depois dos testes, a empresária resolveu lançar a novidade nas redes sociais, isto em março. “Foi o hambúrguer de ponta de costela na brasa. Comprei apenas 20 pães e não deu pra quem quis. Devido ao sucesso resolvemos fazer inovações criando vários lanches, mas continuando na linha de lanches feitos na brasa”.

 

Os pedidos foram aumentando e o negócio de Lucimeire crescendo. Foi quando ela pensou em deixar a informalidade e se tornar uma Microempreendedora Individual. “No dia 16 de julho me tornei uma MEI. Como meu movimento só crescia vi a necessidade de ter uma máquina de cartão de crédito para melhor atender meus clientes, pois muitos já tinham me pedido isso. Procurei meu banco para resolver esta questão e, agora, para a comodidade de meus clientes, a maquina vai até a casa deles”.

 

Ela revela que, em virtude do crescimento do negócio, está parando de oferecer marmita e se dedicando integralmente aos lanches, “que fizeram muito sucesso. Pensando sempre em inovar, acabei criando Combos para atender as crianças e como diferencial, coloquei uma porção de batata sorriso”, destacou.

 

Lucimeire revela que continuou inovando e, pensando naqueles que gostam de uma boa alimentação, criou o Combo Tudo, acompanhando de um x-tudo, porção de batatas palitos e um refrigerante lata. “E para aqueles que estão com muita fome, criei o Combo Diretoria, com um um x-diretoria com dois hambúrgueres acompanhado de uma porção de batata frita palito e um refrigerante. Mas isso não significa que se o meu cliente não gosta de alguma coisa que tem no lanche, ele não possa mudar ou acrescentar, afinal fazemos os nossos lanches de acordo com a vontade do freguês”, observou.

 

Agora a Lucimeire está pensando em abrir as portas. “Resolvemos abrir as portas aqui de casa para atender meus clientes, pois já ouvi muitas pessoas dizendo que querem vir comer aqui, para sair de casa e se distrair um pouco. Por isso, até dezembro, estaremos de portas abertas”.

 

Dona Lu contou que está ampliando seu negócio somente com o dinheiro que entrou nesses meses de funcionamento do Hora do Rango. “Eu falei pra mim mesma que não iria fazer nenhum empréstimo. Tudo que feito aqui, foi com o dinheirinho que sobrava, pois eu sempre separo um dinheiro de troco para deixar no meu caixa, um dinheiro para fazer as minhas compras do dia e o que sobra, guardo para a reforma que estamos fazendo. E assim vou caminhando para deixar tudo pronto para dezembro, quando abriremos as portas”.

 

A Hora do Rango Delivery atende de segunda-feira a sábado a partir das 18h30. Os pedidos e as entregas começam a partir das 20 horas, “porque como o lanche é feito na brasa leva cerca de uns quarenta minutos para ficar no ponto”, finalizou.