Vivo retoma funcionamento ao apresentar plano de ações para melhoria de serviços

Com o anúncio de um Plano de Ação para melhoria dos serviços de telefonia móvel e fornecimento de dados, a empresa Vivo, que teve, na semana passada, a inscrição municipal e o alvará de funcionamento suspensos pela Prefeitura Municipal de Corumbá, poderá retomar as atividades a partir desta quarta-feira, 13 de agosto, segundo informou a prefeita em exercício, Márcia Rolon, durante uma entrevista coletiva realizada nesta manhã.

 

Juntamente com o secretário de Governo, Márcio Cavasana, que participou de uma reunião com dirigentes da empresa em Mato Grosso do Sul, nesta terça-feira, 12, foram detalhadas as ações que têm previsão de conclusão entre 2014 e 2015.

 

De acordo com Márcia, os técnicos da empresa de telefonia concordaram que, apesar dos investimentos realizados em ocasião anterior, pouco o usuário dos serviços pode perceber as alterações que incluíram implantações de novas rádio base para chamadas telefônica e substituição da rede ATM para Ethernet, além de 4 estações de rádio base 3G.

 

“Apesar das melhorias realizadas, pouco foi sentido pela população e por isso a postura firme do prefeito Paulo Duarte. Ficou acordado que, até dezembro deste ano, serão instaladas novas quatro estações de rádio base nos bairros Centro, Aeroporto, Nova Corumbá e na Rodoviária Intermunicipal. Além disso, também deverá haver a ampliação da rede 3G em três estações de rádio base já existentes”, esclareceu.

 

A ação mais pontual ficou reservada para 2015 quando a Vivo assumiu a construção de uma rota própria de transmissão. Atualmente, a empresa compartilha esse canal com outra operadora do mesmo serviço.

 

Rolon esclareceu que, apesar da retomada da operação da loja oficial da empresa na cidade, localizada na rua Delamare, quase esquina com a XV de Novembro, na área central, caso a empresa não demonstre melhorias com as ações, a Prefeitura pode, futuramente, voltar a agir da mesma forma, proibindo as vendas de novas linhas na cidade.

 

“Se for necessário, o prefeito voltará a ser bastante incisivo com relação aos benefícios para a população corumbaense”, observou a prefeita em exercício.

 

Reclamar faz diferença


Sobre a aplicação dessa medida enérgica a outras operadoras de telefonia móvel que atuam na cidade, o secretário de Governo, Márcio Cavasana, lembrou que o direcionamento à empresa Vivo aconteceu devido ao grande número de reclamações junto à Gerência de Proteção e Defesa do Consumidor (Procon) de Corumbá.

 

“Tudo isso foi feito norteado nas reclamações que as pessoas fizeram ao Procon. A empresa vinha liderando as ações no órgão. Se isso aparecer numa quantidade gritante diante dessas operadoras, como outros serviços de outras empresas, e a Prefeitura tiver algo que possa fazer, o prefeito, com certeza, vai tomar uma medida que vai preservar a população de Corumbá e cobrar melhorias”, afirmou Cavasana que alertou. “Mesmo depois desses prazos, se o usuário ainda sentir problemas, deve procurar o Procon”.

 

Com relação às interferências de sinal das empresas telefônicas bolivianas, o secretário de Governo esclareceu que pessoas implantam um reforçador (espécie de antena) a fim de não pagar roaming (tarifa internacional). Esse tipo de ação, segundo a Vivo, atrapalha os serviços, mas essa é uma fiscalização federal, porém dentro da nossa atuação, faremos as denúncias”, afirmou Márcio.