Prefeitura realiza diversas ações para o Dia Nacional de Combate ao Fumo

Em comemoração ao Dia Nacional do Combate ao Fumo, que é celebrado dia 29 de agosto, a Prefeitura de Corumbá, por meio da Secretaria de Saúde, programa diversas ações de conscientização voltadas para toda população corumbaense, a partir desta quinta-feira, 28, no bairro Arthur Marinho. As atividades estão a cargo da Gerência de Vigilância em Saúde e da Coordenadoria da Vigilância Epidemiológica de DANT – Doenças e Agravos não transmissíveis.

 

Com o objetivo de buscar a prevenção de doenças e a promoção da saúde com ações que estimulem a adoção de comportamentos e estilos de vida saudáveis, está programado para o horário de 07h30 as 09horas, atividades na academia de Saúde do bairro Arthur Marinho. No local, serão realizadas aferição de pressão arterial, apresentação de teatro e vídeos sobre os malefícios do cigarro, além de um aulão de ginástica e sorteio de brindes.

 

Já para sexta-feira, dia 29, as atividades serão realizadas no período da tarde, a partir das 14 horas, no mesmo local.

 

Tabagismo

 

Considerado pela Organização Mundial da Saúde (OMS) a principal causa de morte evitável em todo o mundo, a OMS estima que um terço da população mundial adulta, isto é, 1 bilhão e 200 milhões de pessoas (entre as quais 200 milhões de mulheres), sejam fumantes. Pesquisas comprovam que aproximadamente 47% de toda a população masculina e 12% da população feminina no mundo fumam.

 

As estatísticas revelam que os fumantes comparados aos não fumantes apresentam um risco 10 vezes maior de adoecer de câncer de pulmão; 5 vezes maior de sofrer infarto; 5 vezes maior de sofrer de bronquite crônica e enfisema pulmonar e 2 vezes maior de sofrer derrame cerebral.

 

No Brasil, o câncer de pulmão é o tipo de tumor mais letal e também uma das principais causas de morte no país. Ao final do século XX, o câncer de pulmão se tornou uma das principais causas de morte evitável. O consumo de tabaco é o mais importante fator de risco para o desenvolvimento de câncer de pulmão. Comparados com os não fumantes, os tabagistas têm cerca de 20 a 30 vezes mais risco de desenvolver câncer de pulmão.

 

A OMS classificou o tabaco como um dos fatores que mais contribuem para a epidemia de doenças não contagiosas como ataques cardíacos, derrames, câncer e enfisema. O grupo é responsável por 63% de todas as mortes no mundo. Outras doenças relacionadas ao tabagismo são: hipertensão arterial, aneurismas arteriais, úlcera do aparelho digestivo, trombose vascular, osteoporose, Catarata, impotência sexual no homem, infertilidade na mulher, menopausa precoce e complicações na gravidez.