Obras de lajotamento seguem em ritmo acelerado por toda cidade

Os trabalhos das duas frentes de lajotamento que estão atuando em Corumbá continuam em ritmo acelerado para entregar o mais brevemente à população um novo cenário nas vias das áreas habitacionais do município. As obras seguem cronograma sequencial e estão sendo realizadas com recursos próprios da Prefeitura Municipal oriundos dos impostos pagos pela população, como o IPTU (Imposto Predial e Territorial Urbano).

 

No bairro Dom Bosco,  as ações começaram esta semana na alameda Antônio Avelino Amaral e foram acompanhadas de perto pelo prefeito de Corumbá Paulo Duarte, que visitou a localidade juntamente com o secretário de Infraestrutura e Serviços Público, Gerson Melo.

 

Os moradores  afirmam que sofreram por muitos anos com a via de terra e não tinham mais esperança de ver a situação mudar.  Relatos de como foi difícil essa convivência não são raros. Da calçada de sua residência, a dona Sofia Taceo Garcia observa confiante o trabalho da equipe da Secretaria Municipal de Infraestrutura e Serviços Públicos que estão concluindo o trabalho de terraplanagem e estaqueamento para a instalação das lajotas sextavadas.

 

“Aqui virava um verdadeiro rally em época de chuva. Seja para gente sair a pé ou mesmo de carro era um grande problema. Muitas vezes, a gente ficou refém da situação, pois era melhor ficar em casa do que sair”, comentou a senhora que mora na alameda há 35 anos.

 

O genro de Sofia, Daniel Graff, mora em frente à casa da sogra e comenta que os transtornos eram constantes e acabavam atingindo à carreira profissional,  pois mesmo com o caos trazido pelas chuvas, o jeito era enfrentar a rua repleta de lamas, poças e buracos.

 

“Não faz muito tempo, não. Na última chuva isso aqui ficou impraticável, porém com as lajotas sendo colocada aqui temos certeza que tudo vai mudar e não teremos mais que passar por esse sofrimento”, diz.

 

Com 60 anos de idade e morando na alameda desde os 17, Uziel Teixeira é outro morador que já vislumbra dias melhores para a localidade com a implantação das lajotas. El relatou que tinha que retirar o calçado para poder atravessar o lamaçal formado com a chuva.

 

“Tirava o sapato e buscava lá na frente um lugar para limpar e calçar novamente o sapato. Sei que isso aqui vai mehorar 100% quando for concluído o lajotamento”, vislumbrou o senhor.


Essas frentes de trabalho fazem parte da primeira etapa de lajotamento, que tem prazo para conclusão em toda cidade, em até 12 meses, porém ele poderá ser adiantado conforme evolução das obras que seguem em ritmo acelerado. No próximo ano, começará nova fase das ações.

 

Duas frentes de trabalho

 

Somente na parte alta, 20 vias públicas receberão o mesmos benefícios e estão localizadas nos bairros Centro América, Aeroporto, Nova Corumbá, Popular Nova, Nossa Senhora de Fátima, Guanã, Guarani e Guaicurus. Ao todo serão 17.390,11 metros quadrados de pavimento, e 5.024,60 metros de drenagem superficial.

 

Além da parte alta, a Prefeitura está também atendendo a região norte com pavimentação de 12 alamedas localizadas nos bairros Dom Bosco, Generoso, Cervejaria, Universitário e Centro da cidade. Serão 11.396,86 metros quadrados de pavimento, além de 3.336,60 metros de drenagem superficial. Neste setor os serviços foram iniciados pela Alameda Catarina A. Cunha, no Dom Bosco.