Nova etapa da coleta seletiva começa com apoio de alunos e da comunidade

A Prefeitura de Corumbá inicia nesta segunda-feira, 25, um a nova etapa do Programa Municipal de Gerenciamento de Resíduos Sólidos, com a entrega dos kits de coletas seletivas nas unidades escolares do município, além das instalações dos contêineres nos bairros da cidade. Paralelo a esta ação, foi iniciada na semana passada, as instalações de n ovas lixeiras em toda a área central, também para reforçar os serviços de coleta e limpeza na cidade.

 

O trabalho está sendo desenvolvido pela Fundação de Meio Ambiente do Pantanal, com apoio de parceiros, e esta nova fase começa pelas escolas municipais Cyríaco Félix de Toledo e Pedro Paulo de Medeiros, e vai atingir as comunidades residentes no entorno.

 

A entrega dos kits nas escolas está programado para as 14 horas desta segunda-feira. O trabalho tem apoio de uma equipe de estagiários do Senac, para o desenvolvimento de campanhas de conscientização com os alunos e com a comunidade em geral. Os kits serão instalados no interior das unidades de ensino. São quatro contêineres nas cores amarelo, azul, vermelho e verde, cada um voltado para um tipo de material.

 

Segundo a diretora-presidente da Fundação de Meio Ambiente, Luciene Deová, cada unidade educacional é que decidirá o destino dos materiais coletados: ou entrega para associações de reciclagem ou venda a empresas do ramo. Neste último caso, o dinheiro será revertido para melhorias ou ações no ambiente escolar.

 

“São contêineres grandes para que os alunos pratiquem a coleta dentro da escola ou até mesmo leve material de sua residência”, comentou Deová ao lembrar que as escolas da área rural também receberão esses kits de coleta seletiva.

 

Além dos kits, ela destacou que, em frente às unidades escolares, também serão instalados os Pontos de Entrega Voluntária (PEV’s) que também possuem a finalidade de armazenar o material reciclável até à passagem do caminhão de coleta seletiva.

 

“Em parceira como Senac, iremos de casa em casa nas redondezas falando sobre a finalidade e a forma correta de uso dessas estruturas. É importante que o cidadão adote a coleta seletiva, afinal ela é primordial para a aplicação eficaz do plano de gerenciamento sólido do município que está estruturando a implantação do aterro sanitário”, comentou Deová.

 

“É uma medida de redução dos resíduos, estamos planejando o aterro sanitário onde só vão estar os rejeitos. Aproveitamos, separamos o que tem valor comercial, o que vai gerar renda para as pessoas, ampliar o tempo de vida, que está estimado em 50 anos”, contabilizou.

 

Ela esclareceu que o os Pontos de Entrega Voluntária servirão como apoio para a coleta seletiva que está sendo levada para toda a área urbana de Corumbá. “Quando a dona de casa tiver muito material reciclável e não quiser esperar o dia da passagem do caminhão, pode deixar nesse PEV”, disse ao afirmar que os dias e horários da coleta seletiva não serão alterados em decorrência da instalação dessas estruturas.

 

Formando uma geração consciente

 

As unidades escolares foram escolhidas para receber material próprio (kits), por serem locais de formação de novas gerações. Além disso, as crianças e adolescentes tem um poder de disseminação de ideias muito grande na comunidade por levarem os novos hábitos para dentro da família e até mesmo na vizinhança.

 

“O maior problema que a gente tem é em relação a ações educativas. Nós que já somos adultos, é difícil mudar, mas pensamos que, nas escolas com essa nova geração, ela vai levar a informação e atingir toda a família”, avalia a diretora-presidente.

 

Além do trabalho educativo e de conscientização nas escolas da Rede Municipal, equipes da Fundação realizam também campanhas junto às associações de moradores, Centros de Referência de Assistência Social (em parceria com a Secretaria de Assistência Social) e até mesmo nos condomínios existentes na cidade.

 

Ao todo, serão instalados 303 pontos de entrega voluntária em regiões estratégicas da cidade, que ficarão à disposição da população. Para fortalecer o programa e fomentar a atividade desenvolvida pelas associações de catadores, no mês de julho, o prefeito Paulo Duarte fez a entrega de duas prensas hidráulicas verticais, uma prensa horizontal, 50 contêineres metálicos cilíndricos, 16 carrinhos metálicos com duas rodas e quatro carrinhos metálicos para fardo para as associações de reciclagem Vale da Esperança e a Preservadores do Meio Ambiente.