Desenvolvimento da rodovia boliviana é discutido em reunião em Corumbá

Implantação de equipamentos importantes ao longo da carreteira, rodovia boliviana que liga Santa Cruz de La Sierra com a fronteira com o Brasil, foi um dos assuntos tratados na terça-feira, 19, à tarde, durante um encontro da prefeita em exercício, Márcia Rolon, com o senador boliviano Isaac Avalos.

 

O encontro foi viabilizado pelo secretário de Indústria e Comércio, Pedro Paulo Marinho, que tem participado de forma ativa, da articulação entre as cidades de Corumbá, Puerto Suarez e Puerto Quijarro, visando o desenvolvimento econômico dessa região de fronteira.

 

O encontro foi considerado oportuno para tratar de temas ligados à segunda, além de outros investimentos necessários, como implantação de postos de combustíveis ao longo do trecho entre Santa Cruz e Puerto Suarez; borracharias; hotéis, e ainda posto aduaneiro.

 

“Identificamos que se houver o maior fluxo nessa rodovia, haverá maior número de transportadoras vindo para Corumbá. Isso atrairá mais empresas e a rodovia passará a contar com melhor infraestrutura para atender esses caminhoneiros, trazendo progresso para a região”, explicou Pedro Paulo Marinho. “Vamos deixar de ser final de linha e passar a ser um elo importante com países localizados no Pacífico, casos do Chile e Peru, principalmente”.

 

O secretário informou ainda que os empresários bolivianos querem entrar no mercado brasileiro, mas para isso, teriam que contar com uma rodovia estruturada. Pedro Paulo observa que o interesse não é só boliviano. “Temos sido procurados por empresários brasileiros interessados em escoar a safra sul-mato-grossense utilizando a carreteira, atravessando a Bolívia, rumo ao Pacífico”, disse.

 

Segundo ele, a carreteira boliviana, entrando por Corumbá, é a rota identificada pelos empresários brasileiros de maior viabilidade. “Hoje isto não ocorre devido a legislação da Bolívia que não permite que trânsito de caminhos tipo bitrem em suas rodovias. “Por isso estamos nos reunindo com o senador Isaac, para que ele intermedie esta questão com as autoridades bolivianas”.

 

De acordo com a prefeita Márcia Rolon, essa primeira reunião com o senador Isaac foi importante para Corumbá demonstrar o seu interesse na utilização da rodovia não só comercialmente, mas também na parte turística.

 

“O nosso desejo é ver toda esta rodovia concluída (faltam 40 quilômetros). Por isso nos reunimos com o senador Isaac, para mostrar a importância da rodovia e fazer com que ele possa intermediar o assunto com o Ministério do Transporte da Bolívia. Nossa intenção é viabilizar, em um segundo momento, uma reunião com todas as autoridades bolivianas e brasileiras ligadas ao setor de transportes, para que com sigamos estabelecer uma parceria forte neste sentido”, comentou Márcia Rolon.

 

Para o dia 16 de setembro está marcada uma nova reunião com as autoridades do Ministério do Transporte da Bolívia e do Brasil. Será o início de um diálogo visando adequar a legislação boliviana, para atender as empresas brasileiras em relação ao transporte. Já está sendo organizada também, uma caravana de empresários do Brasil, para viajar pela carreteira, e conhecer toda a sua estrutura.