Corumbá começa a mapear produção associada à atividade turística

O município de Corumbá iniciou esta semana o Programa de Estruturação da Produção Associada ao Turismo cujo objetivo é a identificação, fomento e promoção dos produtos associados ao turismo que agreguem valor à oferta turística e incremente o diferencial competitivo do destino turístico Corumbá, possibilitando o aumento da permanência e dos gastos do turista.

 

A ação é desenvolvida pela Prefeitura de Corumbá por meio das Fundação de Turismo do Pantanal, Fundação de Cultura e Secretaria de Produção Rural, conjuntamente ao SEBRAE Pantanal. A Produção Associada ao Turismo – são as produções artesanal, cultural, industrial ou agropecuária que detenha atributos naturais e/ou culturais de uma determinada localidade ou região capazes de diversificar e agregar valor a oferta turística.

 

O “Programa de Estruturação da Produção Associada ao Turismo de Corumbá”, segundo a diretora-presidente da Fundação de Turismo, devido à ampla cadeia de produtos associados ao setor contará com o mapeamento dos pequenos produtores da área de alimentos e bebidas: queijos, doces, frutas secas, mel e derivados, cachaça artesanal e licores, biscoitos, pães e bolos, chocolates entre outros. Visto que, os turistas nacionais e internacionais buscam cada vez mais experimentar os sabores típicos dos locais que visitam, buscando produtos que mantenham processos produtivos tradicionais, baseados na produção alimentar artesanal, na produção familiar, na produção orgânica, etc.

 

Ressaltou ainda, que os turistas consideram os produtos da gastronomia típica como uma das formas de expressão da cultura, que traduz a história, os ritos, modos, costumes e tradições alimentares que são compartilhadas cotidianamente pela população e por isso possuem continuidade.

 

Para o secretário de Produção Rural, Pedro Lacerda, esse mapeamento impulsiona as oportunidades para o mercado dos produtores de alimentos artesanais rurais que, baseados em ingredientes locais, podem se diferenciar pelos sabores e especificidades próprias, gerando uma identidade para cada região do município.  

 

Com esse mapeamento e diagnóstico finalizados, Corumbá terá um “raio X” dos produtores de alimentos artesanais, o que auxiliará em decisões futuras com maior assertividade, tanto para futuras consultorias e capacitações, como em investimentos que  impulsionem o desenvolvimento desses micro e pequenos produtores de alimentos artesanais, colaborando inclusive na organização do futuro prédio reformado do Mercado Municipal.  

 

Finalizado o mapeamento, será realizada a etapa de análise das informações e emitido um relatório geral, encerrando a ação até novembro deste ano, nesta primeira etapa. De posse dos dados, o Programa prevê que, a próxima etapa se desenhará com base no fornecimento de cursos, consultorias e palestras junto aos parceiros em 2015, conforme as informações e necessidades apresentadas por este público-alvo no diagnóstico, informou Hélènemarie.