Com trecho pavimentado, Pedro de Medeiros já dá novo visual à Popular Velha

Antes esquecida, a Pedro de Medeiros está prestes a se tornar a principal rua do Bairro Popular Velha. E quem afirma isto são os próprios moradores da região. Eles deixaram o pessimismo de lado e, hoje, mesmo com a obra em andamento, já comemoram a grande conquista, a pavimentação asfáltica.

 

“O que era um pesadelo virou um sonho para todos nós”, argumentou Rosangela Souza Cesário, moradora há 35 anos naquela rua. A princípio, quando recebeu a notícia de que a Prefeitura iria pavimentar a Pedro de Medeiros, ela não acreditou. Dizia ser mais uma promessa que não seria cumprida. Agora, com o asfalto passando e homens e máquinas trabalhando, ele demonstra confiança, e acreditando que sua filha vai melhorar dos problemas respiratórios, devido ao pó da rua em períodos de seca.

 

E não era apenas Rosângela que não acreditava na obra. Edna Medeiros dos Santos, moradora na mesma via desde que nasceu, há 58 anos, revelou que, na manhã do dia em que o prefeito Paulo Duarte anunciou o início das obras, ela ainda se mostrava cética. Mesmo com a movimentação de homens e máquinas no local, ainda não acreditava que a rua seria, finalmente, pavimentada.

 

“Confesso que não acreditei no início. Mas, hoje, estou confiante. Era preciso ver para acreditar que a Pedro de Medeiros seria asfaltada”, revelou. Edna, mais uma vez, lembrou seu pai, Edvaldo Santos, um dos primeiros moradores do bairro, falecido no ano passado aos 92 anos. “Ele sempre lutou pelo asfalto de nossa rua e junto com ele, passamos momentos ruins aqui. Quando chovia, era barro. Na seca, poeira. Era uma penitência viver aqui”, lembrou , ressaltando que, com a conclusão dos serviços, a sua rua, antes esquecida, será a principal da Popular Velha.

 

E a moradora comemora também o fato de que, em breve, poderá tirar sua filha que é deficiente, que vive enclausurada dentro de casa. “Não tinha como trazer ela para a calçada, era muita poeira. Agora, com o asfalto, tenho certeza que será vai melhor para a saúde dela. Deus teve misericórdia de nós e mandou um filho para nos salvar”, disse, agradecida.

 

Edna Medeiros fez uma revelação: “a notícia do asfalto da Pedro Medeiros chegou a Rondonópolis. Minha irmã (Edelair Medeiros dos Santos) me ligou naquele dia (22 de julho – quando o prefeito anunciou o início da obra) e me perguntou se iam mesmo asfaltar a nossa rua. Disse que estavam falando. Agora já é realidade, quando ela vir em dezembro, vai encontrar a Pedro de Medeiros com asfalto, bem diferente das outras vezes quando chegava aqui e não notava nenhuma diferença. Dizia que era o único lugar do bairro que nada mudava”, revelou.

 

Trecho pavimentado

 

A Rua Pedro de Medeiros já está recebendo pavimentação. Esta semana, o primeiro trecho recebeu o Concreto Betuminoso Usinado a Quente (CBUQ). Ao mesmo tempo, a empresa responsável pela execução da obra, prepara o solo para pavimentar a parte que dá acesso á 15 de Novembro e à Geraldino de Barros, bem como uma quadra da Frei Mariano, entre a Teodomiro Serra e Pedro de Medeiros.

 

Juliana Ferreira, 42 anos, disse ter nascido naquela rua e a exemplo da maioria dos moradores, não acreditavam que na pavimentação. “Quantos anos estão falando nisso. A gente não acreditava mais”, afirmou, enquanto observava uma equipe já preparando um trecho para construção do meio fio, da parte já pavimentada e que passa em frente a sua residência, de número 256.

 

“Isto vai mudar muito a nossa vida. Agora estamos acreditando no asfalto. A nossa região vai ficar muito bonita. Vamos ter asfalto, o Parque Urbano, o prédio do Instituto Federal e a avenida nos trilhos (Orla dos Ipês, projeto já anunciado pelo prefeito Paulo Duarte). Vai ficar muito bonito aqui. Esta vai ser a principal rua do bairro. A Teodomiro Serra ficará em segundo plano”, previu.

 

As obras foram iniciadas em julho e devem estar concluídas agora, em setembro. A previsão é entregar à população durante as comemorações do aniversário da cidade. Ao todo, a Prefeitura está pavimentando 12.975 metros quadrados, da 15 de Novembro até a Geraldino de Barros, além de uma quadra na Frei Mariano, entre a Teodomiro e Pedro de Medeiros.

 

Os serviços estão sendo executados com recursos próprios do município e a orientação do prefeito Paulo Duarte é para que seja implantado todo o sistema de segurança de trânsito, com sinalização vertical e horizontal, inclusive com duas faixas de pedestres elevadas, além de redutores de velocidade, para garantir segurança de pedestres, ciclistas e dos próprios motoristas. O projeto prevê intervenção também no sistema de iluminação pública.