Ações marcam as celebrações do Dia Nacional de Controle do Colesterol

O Dia Nacional de Controle do Colesterol, 08 de agosto, será lembrado em Corumbá com uma série de atividades na Academia de Saúde do Bairro Arthur Marinho, localizada na Rua 13 de Junho, ao lado do Estádio Arthur Marinho.

 

As ações são voltadas à população de uma forma geral, e é uma realização da Prefeitura Municipal, por meio da Secretaria de Saúde, a cargo da Gerência de Vigilância em Saúde e da Coordenadoria da Vigilância Epidemiológica de DANT (Doenças e Agravos não Transmissíveis).

 

As atividades serão abertas às 13 horas e se estendem até as 17 horas. Na oportunidade a população será atendida com aferição da pressão arterial, avaliação física, além de participar de brincadeiras com premiações e rodas de conversa sobre as Doenças Crônicas não Transmissíveis (DCNT), como diabetes, hipertensão, câncer, alcoolismo, tabagismo, obesidade, entre outras.

 

As doenças cardiovasculares são as principais causas de morte no mundo e o fato delas serem silenciosas acaba prejudicando muitos diagnósticos. Um dos principais problemas é gerado pelas altas taxas de colesterol no organismo, que provocam derrame e infarto em casos mais graves.

 

O desenvolvimento dessas doenças está associado a diversos fatores de risco que podem ser controlados como alimentação, prática de atividades físicas, obesidade, aumento do colesterol, pressão alta, diabetes e tabagismo.

 

Para conscientizar a população sobre isso, o dia 8 de agosto foi instituído como o Dia Nacional de Combate ao Colesterol.

 

Presente em quase todos os alimentos, o colesterol nem sempre é maléfico. Se apresenta como um lipídeo, sempre acoplado a lipoproteínas. Conforme a carga de colesterol que carregam, elas podem ser de dois tipos: LDL, conhecido como mau colesterol, e HDL, o famoso bom colesterol.

 

O colesterol possui funções estratégicas no organismo, como servir de matéria-prima para a produção do ácido biliar. Mas, seu mau consumo pode ser altamente prejudicial ao coração. O colesterol em excesso é depositado pelo organismo na parede dos vasos sanguíneos e é oxidado. Esse acúmulo pode provocar inflamação e até o rompimento das artérias. A fonte de colesterol em nosso corpo vem basicamente dos alimentos que consumimos.