Corumbá lembra Dia da Mulher Negra com encontro nesta sexta-feira

Marcado para esta sexta-feira, 25, o IV Encontro da Mulher Negra do Pantanal como parte das celebrações do Dia Internacional da Mulher Negra Latino-Americana e Caribenha. O evento acontece no auditório da unidade III da Universidade Federal de Mato Grosso do Sul – Campus Pantanal, localizada no Porto Geral.

 

O encontro é uma realização da Prefeitura Municipal, por meio da Secretaria de Assistência Social e Cidadania, com coordenação da Gerência de Politicas para a Igualdade Racial. Contará com uma palestra da Doutora em Educação, Maria José de Jesus Alves Cordeiro (Maju), sobre o tema “Educação e Diversidade: Políticas Afirmativas”.

 

A programação será aberta às 13 horas com credenciamento dos participantes. Às 13h30 está prevista uma apresentação cultural, seguida de composição da mesa e saudação aos participantes a cargo da secretária de Assistência Social, Andréa Ulle.

 

A palestra está marcada para as 14h30 e será seguida de um debate. O encontro se encerra às 16 horas.

 

A data

 

O Dia da Mulher Negra Latino-Americana e Caribenha foi criado em 25 de julho de 1992, durante o I Encontro de Mulheres Afro-Latino-Americanas e Afro-caribenhas, em Santo Domingos, República Dominicana, quando foi definida esta data como o marco internacional da luta e da resistência da mulher negra.

 

Desde então, sociedade civil e governo têm atuado para consolidar e dar visibilidade a esta data, tendo em conta a condição de opressão de gênero e racial/étnica em que vivem estas mulheres, explícita em muitas situações cotidianas.

 

O objetivo da comemoração de 25 de julho é ampliar e fortalecer às organizações de mulheres negras, construir estratégias para a inserção de temáticas voltadas para o enfrentamento ao racismo, sexismo, discriminação, preconceito e demais desigualdades raciais e sociais.

 

É também um dia para ampliar parcerias, dar visibilidade à luta, às ações, promoção, valorização e debate sobre a identidade da mulher negra brasileira.